Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Radar Econômico

Por Pedro Gil Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes e Felipe Erlich
Continua após publicidade

Petrobras e novo imposto para bancos fazem bolsa cair, mas dólar não sobe

VEJA Mercado: grandes pesos do Ibovespa fazem índice derrapar, mas nem assim o dólar subiu

Por Diego Gimenes Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 4 abr 2022, 18h19 - Publicado em 4 abr 2022, 18h18

O mercado abriu a semana com a notícia de que o economista Adriano Pires desistiu de ocupar o cargo de presidente da Petrobras, fato que abriu de novo a janela para novas especulações para o futuro da companhia. Embora o presidente Jair Bolsonaro ainda tente demover Pires dessa decisão, o prazo para a nova indicação é curto e, claro, precificado pelos investidores. As ações da companhia fecharam em queda de 1% diante desse ponto de interrogação, e puxaram o Ibovespa para baixo. O índice fechou em queda de 0,24%, aos 121.279 pontos, mas nem isso fez o dólar subir. A moeda americana fechou em queda de 1,27%, cotada a 4,608 reais.

Outro gigante do Ibovespa que teve um desempenho ruim nesta segunda-feira, 4, foi o setor financeiro. O governo federal estuda subir a Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) cobrada dos bancos para compensar o programa de renegociação de dívidas do Simples e do MEI que foi promulgado por Bolsonaro. Mais impostos significam mais despesas, e as ações caíram. Santander e Itaú fecharam em quedas de 1,84% e 0,92%, nessa ordem. No lado das altas, destaque para os frigoríficos. O BTG Pactual divulgou um relatório em que afirma que o ciclo da carne pode voltar a beneficiar as empresas brasileiras. Minerva e Marfrig fecharam em altas de 3,05% e 2,77%, respectivamente.

Leia mais em: A contagem regressiva para Bolsonaro indicar novo presidente da Petrobras

*Quer receber alerta da publicação das notas do Radar Econômico? Siga-nos pelo Twitter e acione o sininho.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.