Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Econômico Por Josette Goulart Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes.

Pela primeira vez desde CPI da Covid, Prevent Senior busca novos clientes

Empresa foi escrutinada por uso indiscriminado do kit Covid e deixou de vender planos por seis meses, mas agora vai lançar campanha publicitária

Por Felipe Erlich 12 Maio 2022, 20h06

Pela primeira vez desde a CPI da Covid no Senado, em que foi fortemente escrutinada pelo uso de kit Covid para tratar pacientes, a Prevent Senior lança uma campanha publicitária em busca de novos clientes. A empresa havia suspendido suas vendas de planos desde novembro de 2021, quando deu início a um processo de reestruturação, em que focou em dar procedimento a uma série de cirurgias atrasadas por conta da pandemia, segundo o sócio e CEO da empresa, Fernando Parrillo. A campanha agora quer ganhar clientes usando como chamariz a notícia de que os planos individuais de saúde privados serão em breve reajustados pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). A Associação Brasileira de Planos de Saúde (Abramge) estima que o reajuste para 2022 será de 15,8%, o maior da história.

A imagem da empresa foi abalada durante a CPI e ela continua sob questionamento, mesmo depois de a Polícia Civil ter isentado a empresa de culpa pelas mortes durante a pandemia. Em abril, no entanto, o Ministério Público de São Paulo indicou que dará continuidade às investigações sobre a conduta da empresa, e vai usar o relatório final da CPI da Prevent Senior da Câmara Municipal de São Paulo, onde a empresa também foi escrutinada. Além do caso ainda não encerrado, a postura dos sócios Eduardo e Fernando Parrillo diante da CPI municipal levantou questionamentos. Ambos deixaram de prestar depoimentos ao longo da Comissão, mesmo tendo sido chamados três vezes a comparecer para dar explicações. Quanto a isso, Fernando Parrillo disse ao Radar Econômico: “Foi simplesmente uma escolha. Muitas vezes nós estávamos no Rio de Janeiro trabalhando, então foi uma escolha de onde pôr os nossos esforços, de colocar energia no que para nós era muito importante.”

*Quer receber alerta da publicação das notas do Radar Econômico? Siga-nos pelo Twitter e acione o sininho.

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês