Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Radar Econômico Por Victor Irajá (interino) Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes.

Odebrecht paga bancos com dividendo bilionário da Braskem e é questionada

Empresa recebeu 2,3 bilhões de reais da Braskem no fim de dezembro

Por Josette Goulart Atualizado em 10 fev 2022, 20h31 - Publicado em 10 fev 2022, 20h30

A Odebrecht, que agora tem o nome de Novonor, recebeu 2,3 bilhões de reais em dividendos da Braskem e usou boa parte dos recursos para pagar os bancos, que hoje têm a Braskem como garantia, sem destinar recursos para os outros credores. A dívida total dos bancos é registrada historicamente em 13 bilhões de reais. A Alvarez & Marsal, que é a administradora judicial da empresa, está pedindo mais informações e esclarecimentos, segundo o relatório financeiro da empresa anexado ao processo de recuperação judicial. Mas não há informação sobre o valor que ficou com a Odebrecht. Alguns credores questionam o fato de que tanto os dividendos da Braskem quanto o valor de venda das ações da petroquímica, que ficou acertado no plano de recuperação judicial, vão para a Odebrecht Investimentos, que não está em recuperação judicial e, por isso, a empresa pode fazer o que quiser com os recursos. O Tribunal de Justiça chegou a anular esta parte do plano, mas a Odebrecht conseguiu suspender a decisão no Superior Tribunal de Justiça (STJ).  

Ainda tem credores, como o ex-presidente da Braskem, José Carlos Grubisich, que pede ao tribunal que considere que os bancos recebam apenas o que emprestaram de dinheiro novo para a empresa, o que faria a dívida cair de 13 bilhões para 4,1 bilhões. Considerando o pagamento dos dividendos agora revelados, a dívida dos bancos cairia pela metade.

*Quer receber alerta da publicação das notas do Radar Econômico? Siga-nos pelo Twitter e acione o sininho.

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)