Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Econômico Por Josette Goulart Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes.

O que fez a bolsa reagir depois de quatro semanas de perdas

VEJA Mercado: principal índice da bolsa brasileira acumulou alta de 1,76% no período

Por Diego Gimenes Atualizado em 14 Maio 2022, 13h51 - Publicado em 14 Maio 2022, 09h00

VEJA Mercado | Fechamento da semana | 09/05 a 13/05.

A Petrobras reajustou o preço do diesel em 9% nas refinarias e viu suas ações saltarem 5% na semana, fatia importante que ajudou o Ibovespa a subir 1,73% no período — a primeira alta semanal depois de mais de um mês. Os reajustes dos combustíveis sempre são bem vistos pelo mercado porque mostram o comprometimento da empresa com a paridade internacional e revela que o governo federal terá dificuldade para moldar os preços ao seu gosto.

Na gangorra das commodities, o petróleo até deu sinais de que poderia arrefecer ao bater a marca de 100 dólares o barril no início da semana, mas voltou a acelerar depois de Xangai indicar uma reabertura escalonada da economia após sete semanas de lockdown e fechou cotado a 111 dólares o barril na última sexta-feira, 13. Além disso, a guerra na Ucrânia custa a acabar e pressiona a cotação.

Depois de algum tempo, os balanços do primeiro trimestre das empresas falaram mais alto que o estresse provocado pela guerra, pela China e pelos juros. Dentre os destaques da semana, os balanços do Banco do Brasil, da JBS e da brMalls, de três diferentes setores que seguem resilientes mesmo diante da piora do cenário macroeconômico global. Os números, em geral, têm vindo em linha ou acima das expectativas do mercado, mas os fatores externos têm contaminado o índice e ofuscado os resultados das empresas.

*Quer receber alerta da publicação das notas do Radar Econômico? Siga-nos pelo Twitter e acione o sininho.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês