Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Econômico Por Josette Goulart Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes.

O duro recado do Banco Central deve ditar os rumos dos mercados

VEJA Mercado: Copom mostra que inflação ainda está fora de controle

Por Josette Goulart 9 dez 2021, 09h05

VEJA Mercado | Abertura | 9 de dezembro.

O Banco Central elevou os juros em 1,5 ponto percentual e levou a Selic a 9,25% ao ano. Jogo jogado. O BC disse que faria isso e fez. Mas os investidores podem reagir hoje ao recado duro que foi dado no comunicado que se seguiu à reunião do Copom, deixando claro que talvez o ciclo de aperto monetário seja mais longo do que se esperava. Mesmo com a atividade já dando sinais de enfraquecimento, o BC vê a inflação ainda muito elevada e já sinalizou que vai botar mais 1,5 ponto percentual na reunião de fevereiro. Com isso, os economistas já começaram a revisar a Selic para o próximo ano. Se os juros sobem, a bolsa fica menos atrativa e a própria economia pode caminhar para uma recessão.

No exterior, as bolsas internacionais caem com a ômicron novamente preocupando em meio a dúvidas sobre a eficácia da vacina e os efeitos sobre as economias, já que os países ainda discutem restrições.

Publicidade