Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Econômico Por Josette Goulart Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes.

Juros cobrados pelo BNDES das aéreas chegam a quase 20%

Companhias estão pressionadas, mas fazem contas para saber se vale a pena pegar o crédito

Por Machado da Costa Atualizado em 3 set 2020, 19h21 - Publicado em 4 set 2020, 12h00

As companhias aéreas, setor fortemente impactado pela pandemia, estão fazendo contas para saber se a proposta do BNDES para o setor vale a pena. O banco público ofereceu crédito suficiente para dar fôlego ao setor, mas o custo é mais alto do que o próprio mercado privado tem cobrado. A taxa efetiva eleva os juros a 19% ao ano e ainda os bônus de subscrição podem fazer com que as empresas entreguem 20% de suas ações para o banco.

Além dos juros altíssimos, mesmo para o setor aéreo, os acionistas não gostam da ideia de terem suas participações diluídas. Apesar disso, as empresas podem vir a pegar o crédito para reforçar o caixa e passar sem maiores sobressaltos o restante da pandemia.

+ Siga o Radar Econômico no Twitter

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês