Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Radar Econômico Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Victor Irajá
Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes e Felipe Erlich
Continua após publicidade

Indústria farmacêutica celebra fala de Alckmin sobre repensar impostos

Vice-presidente denota concorrência desleal entre empresas brasileiras e estrangeiras

Por Felipe Erlich
Atualizado em 27 set 2023, 17h20 - Publicado em 27 set 2023, 15h04

A indústria farmacêutica brasileira recebeu com entusiasmo uma declaração do vice-presidente Geraldo Alckmin sobre os impostos pagos pelo setor. Segundo Alckmin, que também comanda o Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC), “às vezes quem importa (produtos farmacêuticos) paga menos imposto do que quem produz aqui”. A fala reivindicando uma isonomia tributária entre as indústrias nacional e estrangeira ocorreu no lançamento do plano para o Complexo Econômico-Industrial da Saúde (CEIS), na terça-feira, 26.

“O ponto que o vice-presidente tratou é um dos pilares para ampliarmos o acesso da população à saúde e garantir a soberania sanitária do país, com a produção de 70% dos insumos consumidos pelo SUS, que é a meta para daqui a dez anos”, diz Reginaldo Arcuri, presidente-executivo do Grupo FarmaBrasil. O grupo representa gigantes do setor entre doze empresas associadas, como Eurofarma, EMS e Aché. Também pensando na falta de isonomia no pagamento de impostos, Alckmin tem elencado a reforma tributária como positiva para a indústria brasileira.

Siga o Radar Econômico no Twitter

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.