Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Econômico Por Josette Goulart Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes.

Como a pizza da Oi foi repartida por Vivo, Claro e TIM

TIM ficará com a maior parte do braço de telefonia móvel da Oi

Por Machado da Costa Atualizado em 14 dez 2020, 19h16 - Publicado em 14 dez 2020, 19h13

Nesta segunda-feira, 14, foi realizado o leilão pela operação de telefonia móvel da Oi. Apenas um grupo de empresas, formado por Vivo, Claro e TIM — as maiores do país —, enviou proposta. Assim, a venda foi fechada pelo preço mínimo: 16,5 bilhões de reais.

Deste montante, a TIM arcará com 7,3 bilhões de reais, correspondentes a pouco mais de 44,2% dos ativos. Já a Vivo, desembolsará 5,5 bilhões de reais, equivalentes a pouco mais de 33,3% da operação. A Claro ficará com a menor parte, pouco menos de 22,5%, e, para isso, vai pagar 3,7 bilhões de reais.

+ Siga o Radar Econômico no Twitter


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês