Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Econômico Por Josette Goulart Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes.

BNDES entra para seleto grupo com mulheres, no plural, em seu conselho

Instituição passa a ter três mulheres em seu conselho de administração e ganha selo Women On Board

Por Josette Goulart Atualizado em 6 dez 2021, 11h28 - Publicado em 3 dez 2021, 19h11

A equidade de gênero ainda é tão distante que as mulheres precisam celebrar, comemorar e dar um selo quando empresas e instituições nomeiam mais de duas mulheres para seus conselhos de administração. O BNDES entrou nesta semana para esta seleta lista, certificada pelo Women On Board, uma iniciativa que tem o apoio da ONU Mulheres e que dá um certificado para as empresas que têm mais de duas mulheres em seus conselhos. Dos 10 conselheiros do BNDES, agora três são mulheres: Sonia Favaretto, Heloisa Belotti Bedicks e Joísa Dutra Saraiva. A WOB estabeleceu uma meta baixa, de apenas duas mulheres, porque ter uma mulher no conselho já era muito difícil. O resultado é que o selo já chegou a 100 empresas.

Nesta semana, a WOB certificou também a Universidade São Judas, que tem seu conselho liderado pela reitora Mônica Orcioli e  conta  ainda com a gerente de diversidade do Google, Lisiane Lemos, e a psicóloga Vicky Bloch.

Publicidade