Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Radar Econômico

Por Pedro Gil (interino)
Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes e Felipe Erlich
Continua após publicidade

A “tempestade perfeita” que fez a Magalu disparar 10% na bolsa

VEJA Mercado: combinação de fatores fez as ações da empresa respirarem em um ano difícil para as varejistas

Por Diego Gimenes Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO 24 mar 2022, 18h37

Não que isso seja uma virada de jogo para uma empresa que perdeu bilhões de reais em valor de mercado nos últimos anos, mas as ações da Magazine Luiza subiram 10% nesta quinta-feira, 24, e têm respirado um pouco nas últimas sessões. A “tempestade perfeita” é formada pelo dólar mais barato, que fechou o dia cotado a 4,831 reais, que tende a diminuir os custos com importações das varejistas brasileiras, e também pela redução nas curvas de juros futuros, que medem a expectativa do mercado para a taxa Selic nos próximos anos.

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, afirmou em coletiva de imprensa nesta quinta que o aperto monetário deve se encerrar em maio. “Se o cenário internacional se agravasse ou se houvesse algum outro choque que afetasse as expectativas, nós poderíamos repensar o cenário, fazendo um movimento adicional em junho, mas não é o cenário mais provável”, disse o presidente do BC. É importante lembrar que o eventual término do aperto monetário é positivo para o varejo porque juros muito altos diminuem o poder de compra da população.

O DI para 2024 caiu 2,69%, a 12,4%. Já o DI para 2027 recuou 2,66&, a 11,54%. As ações de Americanas e Via, concorrentes da Magalu no mercado, subiram 6,1% e 4,2%, nessa ordem.

*Quer receber alerta da publicação das notas do Radar Econômico? Siga-nos pelo Twitter e acione o sininho.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.