Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês
Radar Econômico Por Victor Irajá Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes e Felipe Erlich

A paridade de gênero na OAB não é assim tão paritária

Conselho Federal escolhe dois homens para ocupar vagas no Conselho do Ministério Público e só duas mulheres estão entre seis indicados para a lista do TRF

Por Josette Goulart 5 abr 2022, 11h12

A OAB promoveu uma grande mudança em seu estatuto ao exigir a paridade de gênero nas últimas eleições para o Conselho Federal. Mas essa paridade que de fato aconteceu e renovou o Conselho Federal não se viu espelhada em importantes indicações feitas ontem, segunda-feira, 4, pela Ordem ao Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) e ao cargo de desembargador no Tribunal Regional Federal da 3a Região. Dois homens foram indicados para o CNMP, Rodrigo Badaró e Rogério Varela. Dos seis indicados à lista para o TRF, apenas duas são mulheres. Uma forte candidata ao TRF, Raquel Novaes, foi rifada na última hora e abriu mão da candidatura. Havia um acordo para que todos os estados votassem nos dois homens para o CNMP. Sob o argumento de votar em prol das mulheres, a OAB de São Paulo votou em Sandra Krieger, que recebeu apenas 2 votos dos 27 possíveis. Mas ao quebrar o acordo para o CNMP, São Paulo inviabilizou a candidatura de Raquel Novaes ao TRF. 

De qualquer forma, a lista dos seis indicados ao TRF será analisada pelo tribunal, que só então envia uma lista tríplice ao presidente da República. Os advogados escolhidos para compor a lista são: Fernando Olavo Saddi Castro, Luiz Henrique Volpe Camargo, Marcelo Vieira de Camposm, Rita Maria Costa Dias Nolasco, Sandro Pissini Espíndola e Vanusa Inácio Machado.

*Quer receber alerta da publicação das notas do Radar Econômico? Siga-nos pelo Twitter e acione o sininho.


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)