Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
O Som e a Fúria Pop, rock, jazz, black music ou MPB: tudo o que for notícia no mundo da música está na mira deste blog, para o bem ou para o mal

O segredo de Anitta para emplacar hit no Top 10 mundial

Lançada no ano passado, a canção em espanhol 'Envolver' estourou neste mês graças a uma mãozinha da rede social TikTok

Por Felipe Branco Cruz Atualizado em 22 mar 2022, 16h49 - Publicado em 21 mar 2022, 11h41

Miley Cyrus dançou. Deborah Secco dançou. Até a Ana Maria Braga dançou. Assim como elas, milhões de pessoas estão dançando e ouvindo Envolver, a nova música em espanhol de Anitta. A coreografia, que consiste em fazer movimentos sensuais deitado no chão ganhou até nome: “El Paso de Anitta”. E se transformou no maior sucesso da cantora brasileira no exterior até o momento. No sábado, 19, Anitta fez história: tornou-se a primeira brasileira no Top 10 do Spotify Global, ocupando o 9º lugar. Nesta segunda-feira, o ritmo ascendente se manteve e ela pulou para a 6ª posição. Vale lembrar que outras músicas da cantora já haviam atingido o mesmo patamar, porém sempre em parceria com outros artistas. Esta é a primeira vez, portanto, que a brasileira ocupa o ranking com uma música solo.

Lançada em 11 de novembro de 2021, a música não era a principal aposta da cantora para bombar no exterior. Até então, as energias de Anitta estavam concentradas em divulgar Boys Don’t Cry, uma canção em inglês com guitarra, baixo e bateria, numa pegada de pop-punk. Mas a artista já disse em outras entrevistas ter uma persona diferente para cada mercado que quer dominar: americano, hispânico e brasileiro. Agora, soube tirar proveito da força que o reggaeton tem na América Latina e também nos Estados Unidos. O estouro, como sempre atualmente, foi forjado no TikTok. O desafio da dancinha “El Paso de Anitta” conquistou os usuários e botou a canção entre as mais tocadas. Para ter uma ideia do alcance da música, ontem, a faixa teve 2,63 milhões de execuções no Spotify, acumulando desde o lançamento 58,3 milhões de plays.

Embora o sucesso da música pareça algo repentino, trata-se de um resultado atingido quase que na base da tentativa e erro junto ao público estrangeiro. Nos últimos meses, Anitta lançou canções tão díspares quanto as personas que criou. Primeiro, ela lançou Me Gusta, em 2020, uma faixa com letras em inglês e espanhol, com elementos de pagode, funk e reggaeton. Depois veio Girl From Rio, uma música em inglês que misturava Garota de Ipanema em ritmo de trap e Bosa Nova. Em seguida foi a vez de Faking Love, outra faixa em inglês, desta vez numa linha pop mais parecida com Beyoncé e Rihanna. E, por fim, a já citada Boys Don’t Cry, um pop-rock comportadinho.

Anitta lançará em abril seu novo álbum, Girl From Rio, um apanhadão de todos os singles divulgados no exterior e por aqui nos últimos meses. Nas redes sociais, ela comentou em inglês o resultado. “Estou feliz e grata por sermos os 10 maiores do mundo. Se eu atingir isso de novo, ficarei feliz. Se não, eu ainda estarei feliz. Para sempre”, completou.

View this post on Instagram

A post shared by Anitta 🎤 (@anitta)

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês