Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

O Som e a Fúria Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Felipe Branco Cruz
Pop, rock, jazz, black music ou MPB: tudo o que for notícia no mundo da música está na mira deste blog, para o bem ou para o mal
Continua após publicidade

“Não morri”, diz Sidney Magal após sofrer um derrame cerebral em show

Segundo o cantor ele sofreu um mini acidente vascular: "As pernas tremendo vocês só vão ver nas músicas que eu danço e olhe lá", tranquilizou

Por Felipe Branco Cruz Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 26 out 2023, 09h27 - Publicado em 31 Maio 2023, 11h59

O cantor Sidney Magal postou um vídeo do hospital na noite desta terça-feira, 30, tranquilizando os fãs após a notícia de que ele havia sofrido um sangramento no cérebro. O músico passou mal na última sexta-feira durante um show em São José dos Campos e foi internado no hospital da cidade. No dia seguinte foi transferido para o HCor, em São Paulo, onde segue internado sem previsão de alta. “Neste momento, encontro-me num leito normal do @hcoroficial sendo muito bem cuidado, fico só mais alguns poucos dias para cuidados”, escreveu.

Em um vídeo bem-humorado, o cantor tranquilizou os fãs. “Olá pessoal! Queridos admiradores do Sidney Magal. Sou eu mesmo que estou falando, não é nenhum cover, nenhum clone. Sou eu, um ser humano como todos vocês. Por isso estou dando uma satisfação do que aconteceu. Foi uma subida de pressão e, imediatamente, foi detectado um pequeno acidente vascular que poderia ter se transformado em algo muito grave se não fosse tratado imediatamente”, disse. “Estou sentando e levantando. Acredito que as pernas tremendo vocês só vão ver nas músicas que eu danço e olhe lá. Fiquem tranquilos”, completou.

Na sequência, o músico brincou que não morreu, mas que após morrer vai voltar para continuar falando, porque ele ama falar. “Um grande beijo, muito obrigada pelo amor de todos vocês e um puxão de orelha naqueles que não acreditam na vida, na saúde e na medicina brasileira. São aqueles que disseram que até já morri. Não morri, não, porque morto não fala. Quem diria que eu iria dizer essa frase. Um dia, depois de morto, quem sabe eu volte para continuar falando, porque eu gosto de falar. Em breve, assim que eles permitirem, eu estarei de volta”. 

View this post on Instagram

A post shared by Sidney Magal (@sidneymagaloficial)

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.