Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês
O Som e a Fúria Por Felipe Branco Cruz Pop, rock, jazz, black music ou MPB: tudo o que for notícia no mundo da música está na mira deste blog, para o bem ou para o mal

De Lulu Santos a Jão: 6 músicas para celebrar o Dia do Orgulho LGBTQIAP+

Há 53 anos, uma batida policial no bar Stonewall Inn, em Nova York, deu início ao movimento pelos direitos civis homoafetivos nos Estados Unidos

Por Felipe Branco Cruz 28 jun 2022, 12h48

Há 53 anos, uma batida policial no bar Stonewall Inn, no bairro de Greenwich Village, em Nova York, provocou uma reação sem precedentes da comunidade LGBTQIAP+. Normalmente, as batidas por lá terminavam em prisões e apreensão de bebidas mas, naquele dia, os clientes resistiram dando início a um confronto violento. As ruas do bairro se transformaram uma verdadeira batalha campal desencadeando nos anos seguintes inúmeros movimentos que garantiriam os direitos civis dos gays nos Estados Unidos. Desde então, a data passou a ser celebrada como o Dia do Orgulho LGBTQIAP+ para conscientizar as pessoas sobre a importância do combate à homofobia. A seguir, selecionamos seis canções brasileiras para comemorar a data.

Homem com H, de Ney Matogrosso

Um dos clássicos de Ney Matogrosso, a canção composta por Antônio Barros discute a masculinidade de maneira bastante inteligente. As performances de Matogrosso, com figurinos esvoaçantes e danças sensuais, ajudaram transformaram a canção em hit.

Gay (Interlúdio), de Gloria Groove

Um dos lançamentos mais elogiados do ano, o novo disco de Gloria Groove, Lady Leste, apenas comprovou o talento da cantora, nascida na periferia de São Paulo. A dica, no entanto, não é bem uma música e, sim, um manifesto da artista, lançado em 2017. Nele, ela diz: “Sentiu na pele bem cedo como tratam as gay / Já brigou com Deus ‘por quê me fizeste gay?'”.

Toda Forma de Amor, de Lulu Santos

Quando Lulu Santos assumiu publicamente o namoro com Clebson Teixeira, suas músicas ganharam outro significado. Um de seus maiores sucessos, Toda Forma de Amor, foi uma deles. A letra “E a gente vai à luta / E conhece a dor / Consideramos justa / Toda forma de amor” nunca fez tanto sentido.

Continua após a publicidade

Flutua, de Johnny Hooker e Liniker

A letra forte e pungente de Flutua ajudou a transformar a música em um hino da comunidade LGBTQIAP+ no país. Os versos “E flutua, flutua / Ninguém vai poder querer nos dizer como amar” ganharam ainda mais força com o clipe da canção, interpretado com brio pelo ator Jesuíta Barbosa.

Meninos e Meninas, de Jão

Um das maiores promessas do pop brasileiro, o cantor paulista Jão revelou recentemente ser bissexual. Na música Meninos e Meninas, ele fala que veio do interior e ainda tem muito que aprender. “Olha só, mas meu coração é grande e cabem / Todos os meninos e as meninas que eu já amei”, ele canta.

Paula e Bebeto, de Milton Nascimento

Gravada no álbum Minas (1975), a letra, escrita por Caetano, ganhou também um novo significado com o passar dos anos. Embora fale do término de namoro, ela repete insistentemente os belos versos: “Eles se amam de qualquer maneira, à vera / Eles se amam é pra vida inteira, à vera / Qualquer maneira de amor vale o canto / Qualquer maneira me vale cantar”. Mais verdadeiro, impossível.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)