Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
O Som e a Fúria Por Felipe Branco Cruz Pop, rock, jazz, black music ou MPB: tudo o que for notícia no mundo da música está na mira deste blog, para o bem ou para o mal

Alan White, baterista do Yes, morre aos 72 anos em Seattle, nos EUA

Além do Yes, o músico também tocou com John Lennon no álbum 'Imagine' e George Harrison, em 'All Things Must Pass'

Por Felipe Branco Cruz Atualizado em 26 Maio 2022, 16h50 - Publicado em 26 Maio 2022, 16h28

Um dos integrantes mais antigos da banda de rock progressivo Yes, o baterista Alan White morreu nesta quinta-feira, aos 72 anos, em Seattle, nos Estados Unidos. A informação foi confirmada nas redes sociais do músico, em um comunicado divulgado pela família. “Ao longo de sua vida e seis décadas de carreira, Alan foi muitas coisas para muitas pessoas: uma estrela do rock para fãs ao redor do mundo, companheiro de banda para alguns seletos e cavalheiro e amigo para todos que o conheceram”, diz o comunicado, que não informou a causa da morte.

O início da carreira do músico foi incomum. Em 1969, quando os Beatles estavam prestes a se separar, John Lennon reuniu alguns músicos para a sua nova banda formada com Yoko Ono, a Plastic Ono Band – e um deles era White. A primeira participação de White na banda foi em Toronto, no Canadá, durante o festival Rock and Roll Revival. Dois anos depois, com os Beatles já separados, White foi novamente convidado por Lennon para tocar no álbum Imagine, sendo escolhido por suas batidas suaves e certeiras. São dele as batidas da faixa-título, Imagine, e também de Crippled Inside, Gimme Some Truth e Oh, Yoko!. Além desse álbum, White também tocou com Lennon nos singles Instant Karma, Jealous Guy e na furiosa How do You Sleep At Night, em que manda várias indiretas para Paul McCartney.

White trabalhou também com outro beatle, George Harrison, no álbum All Things Must Pass, incluindo a canção My Sweet Lord, além de tocar com outros artistas da gravadora dos Beatles, a Apple, como Billy Preston, Rosetta Hightower e Doris Troy.

Alan foi convidado a entrar no Yes em julho de 1972 para substituir Bill Bruford. Na mesma época, ele também tinha sido convidado para participar do Tethro Tull e America. Dias após entrar no Yes, já enfrentou o desafio de aprender a tocar as elaboradíssimas músicas do grupo em apenas três dias. É que o Yes daria início à sua turnê em Dallas, no Texas, para 15.000 pessoas. No Yes, as contribuições de White na bateria deixaram as canções ainda mais elaboradas, embora ele fosse considerado por muitos como um músico com uma pegada mais tradicional no instrumento, tornando-se um dos membros mais estáveis e confiáveis do grupo ao longo de sua história. Nos últimos dias, a banda preparava um retorno aos palcos para celebrar os 50 anos de Close To The Edge, mas a presença de White não havia sido confirmada justamente por causa de problemas de saúde.

Ao longo da carreira, White tocou ainda com Joe Cocker, Paul Kossoff, Terry Reid e Ginger Baker. Porém, ao longo da vida, lançou apenas um álbum-solo, Ramshackled, em 1976. O músico deixa a esposa Gigi, com quem foi casado por 40 anos, e dois filhos.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)