Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Noblat

Por Coluna Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
O primeiro blog brasileiro com notícias e comentários diários sobre o que acontece na política. No ar desde 2004. Por Ricardo Noblat. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

O que pode esconder as revelações feitas por Wajngarten

“Há algo de podre no reino da Dinamarca”

Por Ricardo Noblat
Atualizado em 23 abr 2021, 09h58 - Publicado em 23 abr 2021, 09h00

O que moveu o publicitário Fábio Wajngarten, ex-secretário de comunicação do governo Bolsonaro, a dizer à VEJA que houve ‘incompetência’ e ‘ineficiência’ do Ministério da Saúde ao lidar com a Pfizer, farmacêutica que ofereceu no ano passado um lote de 70 milhões de vacinas contra a Covid-19?

Embora sem apontá-lo diretamente como o principal responsável por isso, por que Wajngarten, demitido da secretaria pelo ministro Fábio Faria (PSD-RN), das Comunicações, deixou em situação tão embaraçosa o general Eduardo Pazuello, ex-ministro da Saúde, que acabou cedendo o lugar ao médico indicado pelo Centrão?

Quis prestar mais um favor ao presidente Bolsonaro, a quem poupou de críticas e garantiu nada ter tido a ver com a frustração da compra da vacina da Pfizer à época? Quis emergir do ostracismo a que foi relegado ao revelar como já foi importante e tudo fez ao seu alcance para que o negócio fosse fechado?

A proposta não vingou e foi uma das razões que levaram ao atraso no cronograma de vacinação do País. Wajngarten ofereceu-se para depor na CPI da Covid que será instalada no Senado na próxima semana. Com qual intenção? Para defender-se da suspeita de que como empresário se beneficiaria do negócio?

Razão de sobra tinha o general Edson Leal Pujol, comandante do Exército, quando disse a Pazuello que ele “ferrara” sua Arma pelo menos duas vezes. A primeira, ao aceitar ser ministro da Saúde sem antes pedir passagem para a reserva. A segunda, ao curvar-se a todas as vontades de Bolsonaro enquanto foi ministro.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.