Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Noblat

Por Coluna
O primeiro blog brasileiro com notícias e comentários diários sobre o que acontece na política. No ar desde 2004. Por Ricardo Noblat. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

E ficou tudo por isso mesmo? E ficará por isso mesmo?

MEMÓRIAS DO BLOG

Por Ricardo Noblat
Atualizado em 6 jun 2018, 12h00 - Publicado em 6 jun 2018, 12h00

Texto do dia 06/06/2005 

A ser verdade o que diz o deputado Roberto Jefferson na Folha de S. Paulo de hoje, Lula e os ministros José Dirceu e Antonio Palocci foram informados sobre um processo de corrupção liderado pelo tesoureiro do PT, Delúbio Soares, e pouco fizeram. Um deles deve ter dito a Delúbio para suspender a entrega de R$ 30 mil mensais a deputados da base aliada do governo – que, em troca, votavam no Congresso a favor de projetos e medidas de interesse do governo. Tanto que”a fonte secou” desde janeiro.

Delúbio não foi punido. A”compra” de deputados não foi denunciada pelos que dela tomaram conhecimento – e Jefferson só o faz agora porque está em apuros. O escândalo não foi investigado. Ninguém pediu de volta o dinheiro distribuído aos deputados. Ninguém propôs a cassação do mandato de deputados que se venderam. Ninguém investigou de onde saía o dinheiro que fez de Delúbio um provedor generoso de políticos. Apenas”a fonte secou” – se é que de fato secou.

Abriu-se outra na semana passada – essa aparentemente”mais legítima”, digamos assim. O ministro da Fazenda foi encarregado de convencer deputados a enterrarem a CPI dos Correios em troca da liberação de verbas para pequenas obras públicas em suas bases eleitorais. Saiu de cena a fonte pilotada por Delúbio que irrigava diretamente o bolso de deputados. Entrou a pilotada por Palocci destinada a irrigar as chances de deputados que pretendem se reeleger.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.