Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
VEJA Meus Livros Por Blog Um presente para quem ama os livros, e não sai da internet.

Fora do Brasil, Portugal e Dinamarca lideram buscas por Hilda Hilst

Ferramenta do Google mostra também como a procura pela escritora cresceram mesmo com a homenagem da Flip deste ano

Por Maria Carolina Maia Atualizado em 30 jul 2018, 15h38 - Publicado em 25 jul 2018, 11h39

Hilda Hilst, enfim, conhece a vida pós-morte que sempre desejou comprovar com seus experimentos com vozes do além. Levantamento realizado no Google Trends, ferramenta de buscas do gigante das pesquisas virtuais, mostra que o interesse pela escritora vem crescendo nos últimos cinco anos, e deu um salto depois que a paulista foi anunciada como homenageada da edição deste ano da Festa Literária Internacional de Paraty (Flip), que inicia nesta quarta-feira a sua 16ª temporada.

Nos gráficos abaixo, é possível ver o volume de buscas nos últimos 5 e também nos últimos 2 anos. Atenção: a barra à esquerda, em que aparecem os números 25, 50, 75 e 100, é apenas uma escala, uma régua que serve como referência para se sentir o crescimento no volume de pesquisas, não corresponde a números absolutos.

Procura por Hilda Hilst no Google entre 2013 e 2018 //Reprodução
Procura por Hilda Hilst no Google entre 2016 e 2018 //Reprodução

 

De fato, nos últimos anos, fato incrível para uma escritora que se queixava de não ter leitores, Hilda Hilst teve alguns de seus livros esgotados e sua obra foi alvo de duas grandes editoras. A partir dos anos 2000, a Globo Livros reeditou a obra completa de Hilda, que teve os direitos de publicação passados à Companhia das Letras em 2016.

Continua após a publicidade

Hilda Hilst (1930-2004) foi uma ficcionista, cronista, dramaturga e poeta brasileira, considerada pela crítica especializada como uma das maiores escritoras em língua portuguesa do século XX. Iniciou sua vasta produção literária, que conta com mais de quarenta títulos em diferentes gêneros, como poesia, prosa, teatro e crônica, com o livro de poemas Presságio, em 1950. Em 1965, se mudou de São Paulo para Campinas e começou a construir a Casa do Sol, chácara que se tornou sua residência e refúgio para criar. Ali, ela se dedicou exclusivamente ao trabalho literário, e escreveu mais de 80% de sua obra.

 


 

Hilda no exterior

Outra descoberta que a ferramenta permite é a dos países que mais procuram por Hilda – além do Brasil, que é, naturalmente, o número 1. Portugal, Dinamarca, Argentina e Espanha têm os leitores mais interessados na escritora, que já ganhou traduções na Itália, França, Portugal, Alemanha, Estados Unidos, Canadá e Argentina.

Confira no gráfico abaixo – de novo, vale a ressalva: os números permitem uma noção do volume de buscas, mas não são absolutos, isto é, precisos.

A 16ª Flip começa nesta quarta-feira, com uma sessão de abertura capitaneada pela atriz Fernanda Montenegro, que lança uma fotobiografia no evento. A festa vai até domingo, com cobertura do VEJA Meus Livros.

Países que mais buscam por Hilda Hilst no Google //Reprodução

 

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês