Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

VEJA Meus Livros Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Blog
Um presente para quem ama os livros, e não sai da internet.
Continua após publicidade

Contemporâneos brasileiros pautam mais estudos fora que dentro do país

.

Por Simone Costa
Atualizado em 13 ago 2018, 17h33 - Publicado em 4 jul 2013, 12h00

Os autores brasileiros contemporâneos são mais estudados no exterior do que no Brasil. É o que apontou uma das pesquisas apresentadas pelo painel Movimentos Atuais da Literatura Brasileira, promovido pelo Itaú Cultural, nesta quarta-feira em Paraty, onde acontece a Flip 2013. “Trabalhar com os cânones da literatura brasileira é o meio mais fácil de conseguir recursos para a pesquisa no Brasil”, explicou o professor de literatura comparada, João Cezar de Castro Rocha, da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), um dos autores das pesquisas sobre o movimento da produção literária nacional.

Para chegar a essa conclusão, ele mapeou 244 pesquisadores da literatura brasileira no exterior e comparou com os dados levantados pela doutoranda em literatura da Universidade de Brasília (UnB) Laeticia Jensen, que investigou o tema de estudo de 2.176 doutores dedicados à literatura nacional. No exterior, entre os dez autores mais citados pelos estudiosos, dois estão vivos, Chico Buarque e Milton Hatoum, que aparecem nas oitava e nona posições, respectivamente, atrás de Machado de Assis, Clarice Lispector, Guimarães Rosa, Jorge Amado, Carlos Drummond de Andrade, Graciliano Ramos e Mário de Andrade. No Brasil, o autor vivo mais citado é o amazonense Hatoum, mas ele aparece apenas na 14ª posição (confira a lista abaixo).

Read more

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.