Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Matheus Leitão Blog de notícias exclusivas e opinião nas áreas de política, direitos humanos e meio ambiente. Jornalista desde 2000, Matheus Leitão é vencedor de prêmios como Esso e Vladimir Herzog

O verdadeiro recado para Lula e Bolsonaro das manifestações de domingo

Protestos de domingo mostram que paixões mais fortes ainda não se acenderam

Por Matheus Leitão Atualizado em 2 Maio 2022, 15h36 - Publicado em 2 Maio 2022, 15h30

As manifestações em apoio ao presidente Jair Bolsonaro e ao ex-presidente Lula neste domingo, 1º, mostraram que, embora estejamos prestes a viver a eleição mais polarizada das últimas décadas, o processo ainda não gerou paixões fortes no povo brasileiro.

Tanto do lado de Bolsonaro como do lado de Lula, o público foi abaixo do esperado.

Nas manifestações apoiando o atual presidente, não faltaram cartazes com pautas antidemocráticas, uma continuação do que Bolsonaro vem fazendo publicamente há anos.

Em contrapartida, durante discurso em São Paulo, o presidente abaixou o tom e evitou ataques diretos ao STF.

Bolsonaro é o famoso “sanfona”, vai e volta o tempo todo, desgasta e volta atrás, mas ao longo do tempo está esgarçando as relações institucionais e a democracia.

Ainda não sabemos qual é o interesse por trás desse recuo, mas ele existe e com certeza tem a ver com a possibilidade de reeleição.

Continua após a publicidade

O público de Bolsonaro é conhecido: a direita antidemocrática o apoia fielmente e a direita que se diz democrática está, na verdade, sendo oportunista, já que o presidente já deu provas claras de que não gosta da democracia.

Do outro lado, Lula discursou diante de sindicalistas, que já são seus eleitores cativos e já conhecem toda a trajetória do ex-presidente. Pregou para convertidos.

Nenhuma novidade, nada surpreendente. O mesmo Lula de sempre.

Unindo a baixa adesão aos eventos de ontem com a pesquisa do Instituto Paraná, a equipe de Lula deve estar de cabelo em pé.

Tanto Lula como Bolsonaro têm visibilidade muito grande e poderiam ter tido respostas melhores nas manifestações.

Apesar do aparente fracasso, ainda há muito chão a percorrer até o dia das eleições e, até lá, as paixões podem ser reacendidas de forma intensa para qualquer um dos (ou para os dois) lados.

É o que deve acontecer.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês