Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês
Matheus Leitão Blog de notícias exclusivas e opinião nas áreas de política, direitos humanos e meio ambiente. Jornalista desde 2000, Matheus Leitão é vencedor de prêmios como Esso e Vladimir Herzog

O grande presente de FHC para Doria na semana decisiva

Próximos dias definirão se a terceira via conseguirá se unir em torno de um nome para disputar a Presidência da República

Por Matheus Leitão 16 Maio 2022, 10h09

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso fez mais um apoio público a João Doria, candidato do PSDB ao planalto, que testemunha o partido tucano mais rachado do que nunca – mesmo se contarmos os anos seguintes à sua fundação, em 1988, quando nasceu de uma dissidência do então PMDB.

Acerta FHC. Mais uma vez. 

E dá um grande presente ao ex-governador de São Paulo.

Doria ganhou as prévias partidárias de forma democrática e Fernando Henrique sempre esteve ao lado dos valores que são a base do estado de direito durante sua vida política.

O ex-presidente titubeou em 2018 ao bradar “nem PT, nem Bolsonaro”, e hoje se arrepende, mas o próprio Doria errou naquela eleição e pediu desculpas por apoiar o atual presidente, a quem depois chamou de “louco e psicopata”.

O que Doria tem passado no partido tucano, como afirmado aqui, nunca se viu.

Disputas internas por poder em legendas como o PSDB são comuns, mas o ex-governador de São Paulo viu Aécio Neves sair das sombras para apoiar Eduardo Leite, que perdeu as prévias internas, mas seguiu em sua sanha antidemocrática por assumir o posto de candidato à Presidência.

Como se isso não bastasse, Doria ainda testemunha o presidente da legenda, Bruno Araújo, debochar de sua candidatura ao cargo mais importante do país. “Ufa”, disse ele publicamente, ao ser acertadamente retirado por Doria da coordenação-geral da campanha.

Continua após a publicidade

É tanta confusão no ninho político mais conhecido do Brasil que Aécio agora diz que Bruno Araújo é o culpado de toda confusão, sendo ele mesmo, o político mineiro, um dos artífices do racha na cúpula do tucanato.

Nesse último fim de semana, como se sabe, enquanto o ex-governador de São Paulo tenta manter sua candidatura escrevendo uma carta na qual apenas pede que o resultado das prévias seja respeitado, Bruno Araújo convocou a Executiva Nacional para tentar mais um golpe.

Agora, o golpe dentro do golpe tucano.

Fernando Henrique Cardoso agiu certo ao defender Doria e pedir que o resultado das prévias seja respeitado.

Doria, inclusive, mostra viés de crescimento no momento certo, em meio à discussão com a emedebista Simone Tebet pela candidatura à Presidência da terceira via – uma semana decisiva.

Mas é o PSDB mesmo que vai de mal a pior ao não respeitar o resultado da sua própria eleição interna – não é essa a social democracia que surgia do MDB há mais de três décadas.

Também não é à toa que o partido tem perdido relevância vertiginosamente nos últimos anos, desde a campanha a presidente de 2014.

Já são oito anos de decadência e contando…

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)