Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Matheus Leitão

Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Blog de notícias exclusivas e opinião nas áreas de política, direitos humanos e meio ambiente. Jornalista desde 2000, Matheus Leitão é vencedor de prêmios como Esso e Vladimir Herzog
Continua após publicidade

O duro recado do Congresso a Alexandre de Moraes

... na semana de despedida do ministro do TSE

Por Matheus Leitão Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 31 Maio 2024, 16h21 - Publicado em 31 Maio 2024, 16h05

Em sua última sessão à frente do Tribunal Superior Eleitoral, Alexandre de Moraes disse acreditar que foi possível mostrar uma reação ao populismo digital extremista de direita que tentou solapar as bases da democracia nos últimos anos.

O ministro ainda afirmou que não é possível que a sociedade brasileira admita que haja continuidade no número massivo de desinformação com as deepfakes e notícias fraudulentas agora, segundo ele, fortemente anabolizadas pela inteligência artificial.

O magistrado também decretou que a sociedade brasileira venceu, referindo-se ao fato de que, apesar de todas as notícias falsas divulgadas nos últimos anos por esse populismo de direita, o estado democrático de direito permaneceu firme, com uma estaca profunda que não foi retirada do solo.

Todas essas declarações foram dadas por Alexandre de Moraes nessa última sessão do TSE, presidida por ele a dias do fim do mandato dele na corte.

Continua após a publicidade

Obviamente que Alexandre de Moraes tratava, nessas e em outras declarações, de Jair Bolsonaro e da acirrada eleição presidencial de 2022. Mas o Brasil de fato saiu vencedor na luta contra as fake news, como quis transparecer o magistrado?

Na mesma semana em que o ministro fez essas declarações, o Congresso Nacional manteve o veto de Jair Bolsonaro contra a criação do crime de disseminação em massa de desinformação.

Ninguém nega o serviço prestado por Moraes – inclusive a sua sucessora Cármen Lúcia na presidência do TSE afirmou isso em seu discurso. A verdade é que o “xerife” do STF combateu um grupo político que, em determinado momento, usava todos os braços do Estado contra a democracia.

Continua após a publicidade

Mas ninguém nega também que, apesar do avanço na luta contra as notícias falsas, há ainda uma parte importante da batalha a ser travada, até mesmo pela sinalização do Congresso Nacional nesta semana.

É preciso fazer a regulamentação das redes sociais, por exemplo, que as big techs conseguiram travar.

Em seu mandato, Alexandre de Moraes foi criticado por excessos em alguns momentos, mas é um fato que, sem ele, o país estaria muito mais dominado por notícias falsas do que está neste momento.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.