Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Matheus Leitão Blog de notícias exclusivas e opinião nas áreas de política, direitos humanos e meio ambiente. Jornalista desde 2000, Matheus Leitão é vencedor de prêmios como Esso e Vladimir Herzog

Nova pesquisa dá choque de realidade na terceira via

Vox Populi confirma, até o momento, a incapacidade daqueles que se colocam entre Lula e Bolsonaro 

Por Matheus Leitão Atualizado em 11 nov 2021, 18h23 - Publicado em 11 nov 2021, 16h49

Mesmo com as eleições presidenciais ainda distantes, o cenário eleitoral vai se confirmando a cada nova rodada de entrevistas

Um levantamento divulgado pelo Vox Populi nesta quinta, 11, mostra que o ex-presidente Lula continua na liderança isolada da disputa, confirma a dificuldade que uma terceira via terá para se consolidar e mostra que o presidente Jair Bolsonaro permanece perdendo força.

A pesquisa traz, de forma inédita, um cenário sem Bolsonaro na disputa presidencial. Segundo o levantamento, numa simulação com o atual presidente, ele teria 21% das intenções de voto e Lula teria 44%. Em seguida, aparecem Ciro Gomes, com 4% dos votos, e Datena e Sérgio Moro com 3% dos votos.

Quando Bolsonaro é retirado do cenário, Lula fica com 45% dos votos, Moro sobe para 8%, Ciro Gomes fica com 6% e Datena teria 4%.

A simulação mostra que, mesmo que os demais candidatos ganhem alguns pontos na ausência de Bolsonaro, não há uma disputa direta com Lula, que continua na liderança isolada.

A pesquisa joga um balde de água fria nos candidatos que pretendem se apresentar como terceira via e fortalece ainda mais o ex-presidente petista, que já vem dando sinais de que dará uma goleada em seus concorrentes.

Outra conclusão importante da pesquisa Vox/Populi mostra que o tema “corrupção” perdeu relevância diante do custo de vida para os brasileiros. A preocupação dos brasileiros, inclusive, é um dos motivos para o atual governo estar tão empenhado em aprovar o Auxílio Brasil em busca de votos para 2022.

A notícia é particularmente ruim para Sérgio Moro, que apesar de político há tempos, entrou na disputa agora e tenta se viabilizar. Não teve muita capacidade no primeiro dia, como mostrou a coluna.

Embora as pesquisas tenham uma margem de erro e as eleições ainda estejam distantes, já é possível perceber que a estratégia da terceira via terá que ser muito bem desenhada se os concorrentes de Lula quiserem ter alguma chance de entrar na presidência do país.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês