Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Matheus Leitão Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO

Blog de notícias exclusivas e opinião nas áreas de política, direitos humanos e meio ambiente. Jornalista desde 2000, Matheus Leitão é vencedor de prêmios como Esso e Vladimir Herzog
Continua após publicidade

Como o embaixador Fred Meyer foi recebido no Itamaraty após crise

Exposto a extremo constrangimento, o diplomata permaneceu impassível - ganhando ainda mais admiradores no ministério das Relações Exteriores

Por Matheus Leitão Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO 21 fev 2024, 11h27

O embaixador do Brasil em Israel, Fred Meyer, está tendo um comportamento exemplar na crise diplomática entre os dois países, após o presidente Lula comparar os crimes de guerra de Israel na Faixa de Gaza com o Holocausto.

Como informou a coluna, uma parcela importante do corpo técnico do Itamaraty não está de acordo com equiparação feita por Lula. Considera um erro.

A avaliação é a de que a paridade sobre uma questão tão sensível não foi o melhor caminho encontrado pelo presidente brasileiro para expor sua visão legítima sobre a guerra.

Segundo diplomatas, Lula saiu do tom considerado adequado – o de críticas corretas e contundentes ao primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, pelo assassinato de mais de 30.000 palestinos e a diáspora de outro 1 milhão deles.

Até o momento em que Lula mantinha a crítica ao ato terrorista do Hamas — sendo até mais firme em relação à reação de Israel, que impôs o horror ao povo palestino —, o corpo técnico acreditava que o petista estava correto.

Continua após a publicidade

A distorção feita por Lula sobre o Holocausto, contudo, é vista como um erro que pode colocar a credibilidade internacional do país em xeque.

Por isso, Fred Meyer está sendo elogiado dentro do ministério das Relações Exteriores.

Mesmo com uma visão crítica desse trecho do posicionamento de Lula, o Itamaraty acredita que Israel também saiu do tom na réplica, levando o embaixador Fred Mayer para um “tour didático” no museu do Holocausto, com uma coletiva em hebraico na qual o ministro de Estado desancava Lula de forma grosseira e inconsequente.

Aliás, diga-se de passagem, é a cara da política externa de Israel.

Continua após a publicidade

Internamente no Itamaraty, contudo, acredita-se que o diplomata é o profissional certo para o posto nesse momento de crise entre os dois países.

Sem aumentar a tensão com sua postura – como um bom profissional da diplomacia o faz – Meyer ganhou ainda mais admiradores no ministério das Relações Exteriores.

Exposto a extremo constrangimento, o embaixador permaneceu impassível. No Museu do Holocausto, diante de um descontrolado Israel Katz falando deliberadamente em hebraico, ele não se humilhou, nem confrontou. E fez isso com o seu semblante sério, mas sereno. Foi colocado numa posição muito difícil e mostrou ser um profissional.

Com mais de 40 anos de carreira, ele sempre foi muito admirado pelos colegas nas passagens que teve em outros sete países, incluindo Iraque, Cuba e a antiga União Soviética.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.