Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Maquiavel Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO

Por José Benedito da Silva
A política e seus bastidores. Com Laísa Dall'Agnol, Victoria Bechara, Bruno Caniato, Valmar Hupsel Filho, Isabella Alonso Panho e Adriana Ferraz. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

Vítimas de Brumadinho vão doar R$ 2 milhões a atingidos pelas chuvas no RS

'Aquece o coração', diz representante dos atingidos pelo rompimento da barragem

Por Da Redação Atualizado em 14 Maio 2024, 18h23 - Publicado em 14 Maio 2024, 11h49

Quem já sofreu uma tragédia sabe o valor da ajuda na hora difícil. As famílias atingidas pelo rompimento da barragem de Brumadinho decidiram doar 2,2 milhões de reais para as vítimas das enchentes que assolam o Rio Grande do Sul há duas semanas. A decisão foi tomada pelo comitê gestor formado pela Associação dos Familiares de Vítimas e Atingidos pelo Rompimento da Barragem da Mina Córrego do Feijão (Avabrum), Ministério Público do Trabalho (MPT), Defensoria Pública da União e Justiça do Trabalho.

Os recursos são parte da indenização de 400 milhões de reais paga pela mineradora Vale a título de indenização por dano moral coletivo às vítimas da tragédia que atingiu 272 pessoas, em 2019. No Rio Grande do Sul, o boletim mais recente da Defesa Civil registra 147 mortes e 125 desaparecidos em 450 municípios gaúchos afetados. Há ainda 538.545 pessoas desalojadas e outras 76.884 estão instaladas provisoriamente em abrigos públicos. Mais de 260 mil pessoas permanecem sem energia e mais de 150 mil, sem água.

Do total doado, 2 milhões de reais serão enviados para o governo gaúcho e o Fundo de Reconstituição de Bens Lesados, administrado pelo Ministério Público do Rio Grande do Sul (MPRS). Os demais 200 mil reais serão encaminhados para a Associação dos Familiares de Vítimas e Sobreviventes da Tragédia da Boate Kiss (AVTSM), em Santa Maria.

“Para nós, familiares, poder contribuir com as pessoas que estão atravessando esta catástrofe no Rio Grande do Sul aquece o coração. Sabemos o quanto é importante a acolhida, a empatia e a solidariedade no momento de dor”, disse a representante da diretoria da Avabrum, Josiane de Melo. “Esta ação é uma forma de seguir honrando as nossas 272 joias (vítimas do rompimento da barragem da Vale em Brumadinho), as 242 vidas ceifadas pelo incêndio da Boate Kiss e todos que perderam suas vidas nesta catástrofe das enchentes no Sul.”

Continua após a publicidade

A situação no Rio Grande do Sul ainda inspira muita preocupação por causa do retorno das chuvas e da queda da temperatura. Há previsão de geada no estado para esta terça-feira. O Lago Guaíba, que banha Porto Alegre, também deve alcançar seu nível recorde histórico de 5,40 metros, mais que o dobro do nível de alerta (2,5 metros). Há risco de inundações em quatro regiões do estado. O governador Eduardo Leite orientou os moradores a deixarem as áreas de risco.

Governo federal

Nesta segunda-feira, o governo federal anunciou um auxílio financeiro de 11 bilhões para o Rio Grande do Sul, suspendendo o pagamento da dívida que o estado tem com a União por 36 meses, além de não cobrar os juros no período. Na semana passada, o governo havia anunciado investimentos diretos para a recuperação do estado na ordem de 23 milhões.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.