Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Maquiavel

Por José Benedito da Silva
A política e seus bastidores. Com Laísa Dall'Agnol, Victoria Bechara, Bruno Caniato, Valmar Hupsel Filho, Isabella Alonso Panho e Adriana Ferraz. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

Teich poupa Bolsonaro em entrevista – nem poderia ser diferente

Ex-ministro, que enfim atribuiu à cloroquina 'peso' em seu pedido de demissão, assumiu o cargo já sabendo da postura anticientífica do presidente

Por Redação
Atualizado em 25 Maio 2020, 14h21 - Publicado em 25 Maio 2020, 14h10

Depois de deixar o Ministério da Saúde após menos de um mês sem sequer esclarecer o motivo de sua decisão, o ex-ministro da Saúde Nelson Teich, enfim, admitiu que a pretensão do governo sobre o uso de cloroquina contra o coronavírus, materializados em um novo protocolo após a sua demissão, “teve peso” para que abandonasse o barco. “É óbvio que a opção por antecipar o uso teve peso, porque é uma escolha. O presidente achava melhor antecipar, e eu achava que não. Houve uma divergência”, afirmou Teich em entrevista à Globonews.

O ex-ministro disse também que o país “navega hoje em uma situação de absoluta incapacidade de enxergar o que vem pela frente” e que “ter uma gestão com instabilidade, ansiedade, medo e polarização é muito difícil”.

Apesar do tom incomum àquele que, enquanto ministro, enfileirava platitudes e frases vazias em seus confusos pronunciamentos, Teich poupou Jair Bolsonaro de críticas diretas e disse que não “julgaria” o presidente, papel que caberia ao povo, em sua avaliação.

O ex-ministro tem, de fato, pouquíssima margem para se queixar do comportamento e das opiniões de Bolsonaro. Ele assumiu a pasta mais espinhosa do governo em meio a uma pandemia absolutamente ciente da postura anticientífica do chefe e acabara de assistir à demissão de seu antecessor, Luiz Henrique Mandetta, justamente por sua postura crítica à cloroquina e ao isolamento social mais brando pregado pelo presidente. Não foi por falta de aviso.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.