Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Maquiavel Por José Benedito da Silva A política e seus bastidores. Com João Pedroso de Campos, Reynaldo Turollo Jr., Tulio Kruse, Diogo Magri, Victoria Bechara e Sérgio Quintella. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Só um nome do PDT não perde para Capitão Wagner no Ceará

Apoiado pelos irmãos Ciro e Cid Gomes e rejeitado pelo PT, ex-prefeito Roberto Cláudio empata na margem de erro com o candidato do União Brasil

Por Da Redação 21 jun 2022, 15h29

O ex-prefeito de Fortaleza Roberto Cláudio (PDT) é quem mais tem chances de enfrentar a chapa de direita liderada pelo deputado federal Capitão Wagner (União Brasil) no duelo pelo governo do Ceará, segundo pesquisa divulgada pelo instituto Real Time Big Data nesta terça-feira, 21. No cenário em que ambos estão presentes, Wagner lidera com 40%, enquanto Cláudio tem 35% — ou seja, empatam na margem de erro de três pontos percentuais para mais ou para menos.

A performance do ex-prefeito é bem melhor que a de outros nomes do PDT, também cogitados como pré-candidatos, em cenários simulados pelo instituto. A atual governadora Izolda Cela teria 29% contra 44% do capitão. O deputado federal Mauro Filho teria 19% (contra 45% de Wagner), e o presidente da Assembleia Legislativa do estado, Evandro Leitão, somaria apenas 11%, enquanto o direitista teria 49%.

Os dois pedetistas que mais pontuam, Roberto Cláudio e Izolda Cela, são os favoritos a encabeçarem a chapa, mas também protagonizam a divisão local entre PDT e PT. Adversários nacionais, os dois partidos de esquerda estão juntos no Ceará (ao menos a princípio), mas não chegaram a um acordo sobre qual será o nome lançado. Izolda é a preferida dos petistas — ela assumiu o governo depois da renúncia de Camilo Santana, que disputará o Senado –, enquanto Cláudio tem o apoio do presidenciável Ciro Gomes e de seu irmão, o senador Cid Gomes.

Além de ser o único a empatar com Capitão Wagner na margem de erro, o ex-prefeito de Fortaleza também tem vantagem na pesquisa espontânea, onde os nomes não são apresentados ao eleitor, segundo o mesmo instituto. Nesse caso, Roberto Cláudio tem 12% das intenções de voto, contra 9% de Izolda. Wagner teria 30%. Por outro lado, Cláudio tem mais rejeição (36%) que a atual governadora (28%).

ALIADOS - Camilo Santana e Izolda Cela: o ex-governador do PT prefere a candidatura da pedetista que o sucedeu no cargo -
ALIADOS - Camilo Santana e Izolda Cela: o ex-governador do PT prefere a candidatura da pedetista que o sucedeu no cargo – Reprodução/Twitter
Continua após a publicidade

Em evento recente para reafirmar sua candidatura à Presidência, Ciro disse que a definição do candidato a governador será responsabilidade do presidente estadual da legenda, o deputado federal André Figueiredo.

Embora atraia o eleitor bolsonarista, Wagner tem um histórico político que precede a ascensão de Jair Bolsonaro (PL) à Presidência— liderou uma greve de policiais no governo de Cid Gomes, em 2011, e com a visibilidade teve as maiores votações para deputado estadual e federal em 2014 e 2018, chegando ao segundo lugar na disputa pela prefeitura de Fortaleza em 2016 e 2020. Agora, deve buscar se descolar de Bolsonaro, cuja gestão é reprovada por 61% dos cearenses.

Os outros nomes que constam no levantamento são Adelita Monteiro (PSOL), que fica na casa de 2% a 3% dependendo do cenário, e Serley Leal (UP), que não pontua em nenhum cenário.

Senado

Com um nome definido, a chapa de esquerda deve nadar de braçada na disputa por uma vaga no Senado. Camilo Santana (PT), ex-governador que representa a coligação de PT e PDT, tem 67% das intenções de voto no mesmo levantamento. Ele ainda não chega perto de ser ameaçado por Raimundo Matos (PL), Marcelo Mendes (Avante) ou Pastor Paixão (PTB), pré-candidatos que pontuam abaixo dos 10%.

O Real Time Big Data ouviu 1.500 eleitores cearenses entre os dias 18 a 20 de junho e cadastrou a pesquisa no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o registro CE-02057/2022 .

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)