Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Maquiavel Por José Benedito da Silva A política e seus bastidores. Com João Pedroso de Campos, Reynaldo Turollo Jr., Tulio Kruse, Diogo Magri, Victoria Bechara e Sérgio Quintella. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Quem é o polêmico e barulhento organizador da motociata de Bolsonaro

Ato desta sexta, 15, é comandado por empresário bolsonarista que não poupou de críticas até o próprio presidente

Por Da Redação Atualizado em 15 abr 2022, 11h43 - Publicado em 15 abr 2022, 11h29

A manifestação de motociclistas a favor do presidente Jair Bolsonaro (PL) que ocorre em São Paulo nesta sexta-feira, 15, conta com a organização de uma associação religiosa e a liderança do empresário Jackson Vilar, militante bolsonarista que costuma gravar vídeos estridentes nas redes sociais e já criticou até o próprio Bolsonaro. Esta é a segunda edição do evento “Acelera para Cristo” e, ao final do trajeto entre a capital paulista e a cidade de Americana, líderes evangélicos também devem juntar a uma espécie de comício para falar aos apoiadores do presidente.

Dono de uma loja de móveis, Vilar se apresenta como embaixador do comércio da Zona Sul de São Paulo. Ele também organizou a primeira motociata com Bolsonaro, em junho do ano passado. Na ocasião, gravou vídeos com Tarcísio Gomes de Freitas e Ricardo Salles, que na época eram ministros do governo (Infraestrutura e Meio-Ambiente, respectivamente), além de subir ao palco com o primeiro escalão do governo. Hoje, Vilar é pré-candidato a deputado federal pelo Republicanos.

O empresário Jackson Vilar, ao lado do presidente Jair Bolsonaro, no evento da motociata em SP em junho de 2021
O empresá - Facebook/Jackson Vilar/Reprodução

Vilar já teve ao menos dois episódios de desentendimento com o governo. No ano passado, ele gravou vídeos criticando deputados governistas pela aprovação do fundo eleitoral no valor de quase R$ 5 bilhões. Ele também reagiu negativamente ao recuo de Bolsonaro após as manifestações de 7 de Setembro do ano passado, quando o presidente escreveu um comunicado dizendo que não tinha intenção de “agredir quaisquer dos Poderes” da República. “Eu não acredito em Bolsonaro mais, pode me chamar de traidor, do que quiser”, disse Vilar em setembro.

Neste ano, porém, ele voltou a organizar a motociata e a publicar mensagens de apoio a Bolsonaro. Um de seus alvos preferenciais nos vídeos que grava é o ex-governador paulista João Doria (PSDB). Vilar, inclusive, já foi a eventos oficiais para protestar contra o tucano. No seu perfil no Instagram, ao menos dois vídeos do empresário já tiveram o acesso bloqueado por conter informação falsa. Ele tem 53 mil seguidores na rede.

O evento desta sexta, 15, segundo o material de divulgação, terá presença de líderes evangélicos como o pastor Silas Malafaia, o apóstolo Estevam Hernandes e o pastor Cláudio Duarte. A organização pede a entrega de 1 quilo de alimento não perecível, e cobra 10 reais de motociclistas que queiram integrar um pelotão de frente próximo ao presidente. O valor dos ingressos por meio de Pix são direcionadas à associação religiosa “Mensagem de Esperança” de Campinas.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)