Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês
Maquiavel Por José Benedito da Silva A política e seus bastidores. Com João Pedroso de Campos, Reynaldo Turollo Jr., Tulio Kruse, Diogo Magri, Victoria Bechara e Sérgio Quintella. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Por que Lula vai melhor que Bolsonaro em sua estreia no TikTok

Em sua primeira semana, petista tem mais curtidas, compartilhamentos e comentários que o rival, que está na rede há mais tempo e tem muito mais seguidores

Por Diogo Magri Atualizado em 5 jul 2022, 12h34 - Publicado em 5 jul 2022, 10h09

Em busca da expansão do seu marketing político através do meio digital, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) criou, no dia 20 de junho, uma conta oficial no aplicativo chinês TikTok. A campanha através das redes sociais já é uma estratégia conhecida e necessária nas eleições brasileiras, mas ainda ganha ares inovadores ao migrar para uma das redes sociais menos exploradas.

Lula prova que a rede tem potencial quando os números de sua primeira semana no aplicativo são comparados aos principais adversários, como Jair Bolsonaro (PL) e Ciro Gomes (PDT). O petista ainda tem menos seguidores (cerca de 120 mil) que Ciro (160 mil) e Bolsonaro (1,8 milhão), ambos com contas consolidadas há mais tempo, mas um levantamento coordenado pela especialista em comunicação e marketing da UFF Luiza Mello e pelo cientista político da UFPR Djiovanni Marioto mostra que o potencial de Lula no TikTok é maior que o dos adversários.

Os números da pesquisa apontam que, em sua primeira semana com conta oficial, Lula teve mais curtidas, compartilhamentos e comentários que Bolsonaro, só ficando atrás no número de visualizações, onde o atual presidente tem 9% a mais. A semana de 20 a 26 de junho também foi a primeira vez desde o início do monitoramento dos pesquisadores no TikTok que as hashtags de apoio à Lula tiveram mais views que as de Bolsonaro.

“É um crescimento de engajamento muito acentuado para quem tem só dez vídeos publicados. Bolsonaro, para efeito de comparação, tem mais de 500 vídeos”, explica Marioto. Na visão dos pesquisadores, Lula cresceu mais rápido e tem um potencial maior pelo fato de o TikTok ser uma rede social de um público majoritariamente jovem, onde o petista tem vantagem. Segundo o último Datafolha, o ex-presidente tem 51% das intenções de voto das pessoas entre 16 e 24 anos, contra 22% do atual presidente. 

@lulaoficial Ainda não tem dancinha, mas sarrada no ar o Lula já fez. E também promoveu uma verdadeira transformação na educação brasileira 😎 🎥 @ricardostuckert #prouni #fies #educação #vamosjuntospelobrasil #equipeLula ♬ som original – luladasilvaoficial

O vídeo de Lula mais visto na semana é um em que o ex-presidente aparece junto de apoiadores jovens. O petista faz um hangloose com as mãos e imita uma coreografia conhecida como “sarrada no ar”. “Ainda não tem dancinha, mas sarrada no ar o Lula já fez. E também promoveu uma verdadeira transformação na educação brasileira”, diz a legenda. O vídeo encerra com a lembrança de alguns programas implementados nos governos do PT, como ProUni, Fies e Pronatec.

“Há um mês, o TikTok tinha um amplo domínio da direita, e isso mudou bem rápido. Além disso, o perfil de Lula apresenta um crescimento mais orgânico, enquanto nossa impressão é que a direita depende de algo mais articulado e organizado”, comenta Luiza Mello.

Mas isso ainda não significa, na visão dos especialistas, que o aplicativo se tornará uma plataforma dominante da esquerda. “Embora a gente perceba a mudança, não podemos descartar a relevância que a direita tem no aplicativo, levando em conta seguidores e engajamento”, conclui Mello.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)