Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Maquiavel

Por José Benedito da Silva
A política e seus bastidores. Com Laísa Dall'Agnol, Victoria Bechara, Bruno Caniato, Valmar Hupsel Filho, Isabella Alonso Panho e Adriana Ferraz. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

Pastores iniciam campanha para reinterpretar fala de Mendonça sobre gays

Em vídeo, pastor Silas Malafaia afirma que Mendonça "deu uma cama de gato" e driblou a opinião pública durante sabatina no Senado

Por Reynaldo Turollo Jr. Atualizado em 2 dez 2021, 12h37 - Publicado em 2 dez 2021, 10h30

Como anunciado pelo deputado Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ) logo após a sabatina de André Mendonça no Senado, pastores evangélicos iniciaram nesta quinta-feira, 2, uma campanha para desdizer o que foi dito aos senadores pelo indicado de Jair Bolsonaro ao STF (Supremo Tribunal Federal). Em vídeo que começou a circular nesta manhã, o pastor Silas Malafaia afirma a seus seguidores que, ao responder que defenderá “o direito constitucional” do casamento entre pessoas do mesmo sexo, Mendonça fez “uma cama de gato”, pois a Constituição só fala expressamente em casamento entre homem e mulher.

“Essa história de que André Mendonça é a favor da união de pessoas do mesmo sexo, no parâmetro da Constituição, André Mendonça deu uma cama de gato. Ele sabia que ele ia sofrer pressão. Uma saída espetacular, porque a Constituição só prevê casamento de homem com mulher”, sustenta Malafaia no vídeo. A interpretação do pastor é semelhante à do deputado Sóstenes Cavalcante, que classificou a resposta como “tecnicamente perfeita”, por supostamente ter driblado a opinião pública.

A frase de Mendonça durante a sabatina, em resposta a um questionamento do senador Fabiano Contarato (Rede-ES), foi a seguinte: “Reitero meu compromisso com a Constituição, a Bíblia no Supremo é a Constituição […]. O casamento civil, eu tenho minha concepção de fé específica. Agora, como magistrado da Suprema Corte, eu tenho que me pautar pela Constituição”, disse. O senador, então, refez a pergunta, e Mendonça respondeu: “Eu defenderei o direito constitucional do casamento civil das pessoas do mesmo sexo”.


Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.