Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês
Maquiavel Por José Benedito da Silva A política e seus bastidores. Com João Pedroso de Campos, Reynaldo Turollo Jr., Tulio Kruse, Diogo Magri, Victoria Bechara e Sérgio Quintella. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Os três candidatos do PDT de Ciro que devem abrir seus palanques para Lula

Rodrigo Neves (Rio), Weverton Rocha (Maranhão) e Edvaldo Nogueira (Sergipe) vão ficar com um pé em cada candidatura nas disputas aos governos locais

Por Da Redação 19 dez 2021, 13h31

A candidatura de Ciro Gomes à Presidência da República enfrenta muitos problemas, como mostrou reportagem de VEJA da edição desta semana, entre eles a estagnação – com viés de baixa – nas pesquisas eleitorais, a falta de rumo da campanha, mesmo com o marqueteiro João Santana no comando, e o lançamento de nomes no centro que tiram o seu espaço, como os de João Doria (PSDB) e Sergio Moro (Podemos).

Mas nada ameaça mais a candidatura do ex-governador do Ceará do que o desempenho do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nas pesquisas, aliada à movimentação intensa do petista nos bastidores.

Ao menos três candidatos do PDT a governador em 2022 já sinalizaram que vão receber Lula com entusiasmo em seus palanques: Rodrigo Neves (Rio de Janeiro), Weverton Rocha (Maranhão) e Edvaldo Nogueira (Sergipe). Todos já estiveram recentemente com o petista.

“Conversamos sobre a sólida e histórica aliança entre trabalhistas e petistas no Leste Fluminense e a grave crise do desemprego, da falta de renda e do aumento da pobreza e da fome no Brasil e no Rio de Janeiro”, disse Neves ao postar uma foto do tuíte do encontro com Lula no Rio em novembro deste ano.

Já Weverton Rocha, também em post nas redes sociais após se encontrar com o petista em outubro, disse que “é hora da união de todos os que lutam pela democracia”. 

Continua após a publicidade

No caso do senador do Maranhão, a provável aliança está em um estágio tão avançado que o Ministério Público abriu investigação para apurar propagandas em ônibus que atrelam as duas candidaturas — o que poderia configurar infração à legislação eleitoral.

Ônibus com propaganda atrelando as candidaturas de Lula e do pedetista Weverton Rocha no Maranhão
Ônibus com propaganda atrelando as candidaturas de Lula e do pedetista Weverton Rocha no Maranhão Redes sociais/Reprodução

Já Edvaldo Nogueira é um aliado histórico do petismo em Sergipe. Ele se projetou na política como vice-prefeito de Aracaju, ainda pelo PCdoB, quando o prefeito era Marcelo Déda (PT), entre 2001 e 2006. Com a morte de Déda, ele assumiu o cargo, que ocupou até 2012 — depois, voltou em 2017.

O número de palanques de Ciro que provavelmente serão ocupados também por Lula tende a aumentar. No Ceará, por exemplo, onde as duas legendas são aliadas, o atual governador, Camilo Santana (PT), defende que o seu partido não tenha candidato e apoie um nome do PDT — o favorito é o ex-prefeito de Fortaleza Roberto Cláudio. Lula hesita em aceitar a solução, mas se topar uma nova coalização entre PT e PDT no estado, será mais um palanque que dividirá com Ciro.

 

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)