Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Maquiavel Por José Benedito da Silva A política e seus bastidores. Com João Pedroso de Campos, Reynaldo Turollo Jr., Tulio Kruse, Diogo Magri, Victoria Bechara e Sérgio Quintella. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

O último esforço de Arthur do Val para evitar a cassação de seu mandato

Deputado e youtuber tenta mobilizar simpatizantes para ir à votação no Comitê de Ética da Assembleia Legislativa de São Paulo nesta terça-feira, 12

Por Da Redação Atualizado em 11 abr 2022, 16h30 - Publicado em 11 abr 2022, 12h17

Com o seu mandato em jogo após o vazamento de áudios no qual diz frases sexistas durante uma viagem à Ucrânia, o deputado estadual Arthur do Val (União Brasil-SP), mais conhecido como o youtuber Mamãe Falei, tem se esforçado nas redes sociais para impedir a sua cassação, que será votada pelo Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) nesta terça-feira, 12.

Mamãe Falei publicou um vídeo em seu canal do YouTube com o título “Emergência” na última sexta-feira, 8, que alcançou mais de 400 mil visualizações. Nele, o deputado pede para que as pessoas que o defendem compareçam à Alesp no dia da votação.

“Eu não quero que ninguém ‘passe pano’ para mim e para o meu erro. Se você também acha que isso claramente não é pelo mérito da questão, mas por quem eu sou, eu vou pedir para você: você pode me acompanhar à Assembleia terça-feira? Eu vou lá, eu quero estar lá, olhando nos olhos de todo mundo, e mostrando o que está acontecendo”, declarou ele.

Dois dias depois, Arthur voltou a postar um vídeo sobre o mesmo assunto, esse com mais de 200 mil visualizações, chamado “Preciso de você”. Ele reforça o pedido e agradece à mobilização que, pelas redes, tem pressionado deputados estaduais a absolvê-lo. Como exemplo, ele mostra uma enquete publicada pelo deputado Wellington Moura (Republicanos-SP), onde 93% dos votantes pedem para que Arthur não seja cassado, e um post da deputada Marina Helou (Rede-SP), com comentários a favor do acusado. Moura e Helou são membros do Conselho de Ética da Alesp.

O deputado pede para que a pressão continue e que as pessoas liguem para o gabinete dos deputados para convencê-los “com diálogo e educação”. Arthur garante que não defende que “acabe em pizza”, mas acha que perder o mandato é um exagero. “Punição sim, cassação não”, afirma.

Assim como o resto do MBL, movimento do qual é membro, Arthur do Val se filiou recentemente ao União Brasil. O partido de centro possui, além dele, outros sete deputados na Alesp, mas nenhum no Conselho de Ética. Caso o colegiado vote pela cassação (é necessária a maioria simples entre nove integrantes), Arthur será julgado pela Alesp, onde ao menos 48 deputados (entre 94) precisam concordar com o conselho para que Mamãe Falei perca o seu mandato. O relator do caso, Delegado Olim (PP-SP), já deu parecer favorável à cassação.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)