Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Maquiavel Por José Benedito da Silva A política e seus bastidores. Com João Pedroso de Campos, Reynaldo Turollo Jr., Tulio Kruse, Diogo Magri, Victoria Bechara e Sérgio Quintella. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

O novo cartão-postal de João Doria para as eleições presidenciais

Governador vai participar do início das obras na Usina São Paulo, que pretende transformar no 'Puerto Madero' paulistano

Por Da Redação Atualizado em 23 mar 2022, 17h40 - Publicado em 23 mar 2022, 17h36

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), vai anunciar nesta quinta-feira, 23, o início das obras de revitalização da antiga Usina da Traição, na marginal do Rio Pinheiros, projeto concebido para virar um novo cartão-postal da capital paulista. O evento ocorre a nove dias do prazo para que ele deixe o cargo para disputar a presidência pelo PSDB. Com exclusividade, este blog antecipa como ficará a fachada da Usina:

Nova Usina da Traição
O projeto do complexo do Pinheiros: restaurantes e cinemas à beira do rio recuperado Divulgação/VEJA

Rebatizada de Usina São Paulo, a obra é um dos eixos do projeto de revitalização e despoluição do Rio Pinheiros — uma das maiores obras ambientais do país e uma das jóias da coroa de realizações da gestão de Doria. A previsão é que a reforma da Usina seja entregue em várias etapas, com a conclusão prevista para 2025. O local será integrado ao Parque Bruno Covas, às margens do rio, e à ciclovia do entorno. Desde que anunciou a reforma pela primeira vez, Doria vem comparando o projeto com a região de Puerto Madero, antiga zona portuária de Buenos Aires, revitalizada nos anos 90.

A área da usina foi concedida em novembro de 2020 pelo valor de R$ 280 milhões. A concessionária que ganhou a licitação se comprometeu a investir um total de R$ 300 milhões nas obras. A empresa vai administrar o local até novembro de 2042.

O espaço com 30 mil metros quadrados terá restaurantes, cafés, academia, escritórios, espaço para eventos, lojas e um cinema ao ar livre — para o qual a gestão Doria promete a maior tela da América Latina. No evento, o governo deve apresentar pela primeira vez a perspectiva do projeto arquitetônico para a Usina. No mês passado, Doria anunciou a conclusão de uma de suas principais metas na despoluição do Rio Pinheiros, com a ligação dee 538.545 residências à rede de esgoto da Sabesp.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)