Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Maquiavel Por José Benedito da Silva A política e seus bastidores. Com João Pedroso de Campos, Reynaldo Turollo Jr., Tulio Kruse e Diogo Magri. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

O cafezinho de Alckmin e Doria no Dia dos Pais

Prefeito e governador fizeram uma pausa em suas articulações pelas eleições de 2018 e gravaram um vídeo no Palácio dos Bandeirantes

Por Da Redação Atualizado em 14 ago 2017, 00h32 - Publicado em 14 ago 2017, 00h25

Depois de VEJA noticiar que a outrora fraterna relação entre o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), e o prefeito da capital paulista, João Doria (PSDB), reduziu-se a conversas protocolares em um período de oito meses em nome da silenciosa disputa que travam pelo Palácio do Planalto em 2018, criador e criatura acharam por bem externar todo o afeto que nutrem um pelo outro em um “cafezinho” no Palácio dos Bandeirantes em pleno Dia dos Pais.

Em um vídeo de um minuto e 44 segundos publicado na página de Doria no Facebook (veja abaixo), o prefeito anunciou que deixaria “muito clara” sua lealdade ao padrinho político e desandou a enumerar: “minha relação, minha admiração, estima e amizade com o governador Geraldo Alckmin”.

Ao lado de um Alckmin que apenas sorria amarelo e assentia com a cabeça, Doria continuou. “Eu tenho falado isso sempre, é uma relação de 37 anos, que não nasceu na política, não dependeu da política. Hoje, circunstancialmente, estamos na política. Mas essa relação nasceu fora da política e não há nada que vá nos dividir, não há nada que vá nos afastar, não há nada que vá nos colocar em campos distintos. Eu gosto do governador Geraldo Alckmin, eu gosto do Geraldo como amigo, como pai, como ser humano, como católico. Como todas as boas qualidades que ele tem e que admiro há muitos anos”.

Nos minguados 15 segundos em que teve a palavra, Geraldo Alckmin foi tão efusivo quanto é de costume. “Uma grande alegria tomarmos um café aqui com João, que é sempre um amigo muito querido. Que aliás, desde a época do nosso querido Mário Covas, nosso professor de ambos. E ainda feliz dia dos pais, viu João”, disse o governador, antes de dar quatro tapinhas nas costas de Doria e de ouvir dele que entre os dois há “muita harmonia”.

O governador paulista não compartilhou em seu perfil na rede social, até o momento, o vídeo publicado no de João Doria.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês