Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Maquiavel Por José Benedito da Silva A política e seus bastidores. Com João Pedroso de Campos, Reynaldo Turollo Jr., Tulio Kruse, Diogo Magri, Victoria Bechara e Sérgio Quintella. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

‘Menino do Lula’ tem vida dura contra candidato de Ciro Nogueira no Piauí

Rafael Fonteles, apoiado por Wellington Dias e Lula, aparece atrás de Silvio Mendes, candidato do ministro bolsonarista, em pesquisa do Real Time Big Data

Por Da Redação 21 jun 2022, 12h42

O candidato do PT ao governo do Piauí, Rafael Fonteles, terá uma missão complicada para manter o estado à esquerda, segundo conclusão de pesquisa divulgada nesta terça-feira, 21, pelo instituto Real Time Big Data. Bancado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e pelo ex-governador Wellington Dias (PT), Fonteles aparece com 26% das intenções de voto, contra 39% do líder da pesquisa, Silvio Mendes (União Brasil), apoiado pelo ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira (PP-PI). A margem de erro é de três pontos para mais ou para menos.

Fonteles é popularmente conhecido no Piauí como “menino do Lula” porque o ex-presidente o conhece desde criança, devido à relação de longa data que tem com seu pai, o ex-deputado federal Nazareno Fonteles (PT-PI). Com 37 anos, Rafael é professor universitário de economia e ganhou destaque como secretário da Fazenda durante o governo Dias. Essa é a primeira vez que ele concorrerá a um cargo político.

Apesar da pouca experiência, Fonteles agregou apoio no estado — chega a mais de uma dezena o número de lideranças locais de PTB, PP, PL e Republicanos, partidos que nacionalmente fazem parte da base de apoio do presidente Jair Bolsonaro (PL), que deixaram as legendas para embarcar na chapa piauiense do petista. Além do mais, conta o fato de que Lula tem apoio majoritário no Piauí e a esquerda governa o estado desde 2003.

Por isso, surpreende o cenário em que Fonteles perde para Silvio Mendes. O petista também tem a maior rejeição, segundo o Real Time Big Data, com 26% — contra 19% de Mendes — e o governo de Regina Sousa, que sucedeu Dias, é desaprovado por 40% do eleitorado.

Silvio Mendes discursa em evento de pré-candidatura, acompanhado por Ciro Nogueira -
Silvio Mendes discursa em evento de pré-candidatura, acompanhado por Ciro Nogueira – Divulgação/.
Continua após a publicidade

Mendes, por sua vez, conta com o apoio do senador Ciro Nogueira (PP), principal pilar do antipetismo no estado. A apoio de Nogueira vem independente do candidato do governo Bolsonaro — do qual o senador é ministro-chefe da Casa Civil — no estado, o Major Diego Melo (PL), que pontua apenas 4% na mesma pesquisa. Em entrevistas, Mendes já criticou Fonteles por tentar nacionalizar a eleição piauiense, ao qual o petista reage reafirmando a posição: “Sou do time do Lula e do Wellington Dias”.

Fecham o principal cenário do levantamento os candidatos Gessy Fonseca (PSC) e Alessander Mendes (Podemos), com 2%; Wallace Miranda (Nono), Ravenna Castro (PMN) e Madalena Nunes (PSOL), com 1%; e Venício do Ó (PTB), Gustavo Henrique (Patriota) e Geraldo Carvalho (PSTU), que não pontuaram. São 11% de brancos e nulos e 13% que não sabem ou não responderam.

Senado

Enquanto o PT tem dificuldades no governo, a mesma pesquisa mostra um cenário oposto na briga por uma vaga no Senado. O ex-governador petista Wellington Dias aparece como favorito, pontuando na casa dos 38%, enquanto seu principal adversário, o ex-deputado estadual Joel Rodrigues (PP), apoiado por Ciro Nogueira, tem 22%.

Completam a disputa Fábio Sérvio (Podemos), com 4%, Professor Ajosé (PMN), com 3%, e Nei Lopes (PTB), com 1%. São 14% de brancos e nulos e 18% que não sabem ou não responderam.

O instituto Real Time Big Data ouviu 1.500 eleitores entre os dias 18 e 20 de junho, e cadastrou a pesquisa no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número PI-00421/2022.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)