Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Maquiavel

Por José Benedito da Silva Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
A política e seus bastidores. Com Laísa Dall'Agnol, Victoria Bechara, Bruno Caniato, Valmar Hupsel Filho e Isabella Alonso Panho. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

Justiça aceita denúncia contra homem que agrediu Zanin em aeroporto

Luiz Carlos Bassetto Jr também é alvo de outro processo, por calúnia e difamação

Por Sérgio Quintella Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 13 Maio 2024, 23h59 - Publicado em 28 jul 2023, 10h40

O juiz Tarcísio de Moraes Souza, da 6° Vara Criminal de Brasília, aceitou, na quinta-feira, 27, uma denúncia do Ministério Público e tornou réu, por ameaça e incitação ao crime, o homem que agrediu o novo ministro do Supremo Tribunal Federal, Cristiano Zanin, no Aeroporto de Brasília, em janeiro passado. Agora, Luiz Carlos Bassetto Junior tem dez dias para responder por escrito às acusações.

As penas para esses dois crimes são de, no máximo, um ano de prisão, em caso de condenação, mais multa.

O caso ocorreu no banheiro do terminal. Na ocasião, Bassetto proferiu palavras como “bandido” e “safado” e afirmou que Zanin, que no momento escovava os dentes, deveria apanhar. O então advogado do presidente Luiz Inácio Lula da Silva não se manifestou no momento.

Além desse processo, o agressor responde a outra ação, movida pelo agredido também na Justiça do DF. Nesse caso, Bassetto não foi localizado para responder às acusações de calúnia, injúria e difamação. Zanin pede uma indenização de 150.000 reais, a título de danos morais.

Depois de muitas tentativas frustradas de encontrar o homem que proferiu as ofensas e ameaças, a defesa de Cristiano Zanin, feita pelo advogado criminalista Alberto Zacarias Toron, requereu a citação de diversas empresas de serviços, como iFood,  Uber, 99, Rappi, Amazon, entre outras, para que informem possíveis cadastros de Luiz Carlos Bassetto Junior.

Continua após a publicidade

Na última quarta, 26, o iFood enviou dados cadastrais do acusado, como e-mail e telefone, além de quatro endereços em que foram feitas entregas de alimentos nas últimas semanas.

 

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.