Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês
Maquiavel Por José Benedito da Silva A política e seus bastidores. Com João Pedroso de Campos, Reynaldo Turollo Jr., Tulio Kruse, Diogo Magri, Victoria Bechara e Sérgio Quintella. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Janones retira candidatura à Presidência e declara apoio a Lula

Deputado mineiro do Avante, que marcou 1% das intenções de voto no último Datafolha, fez o anúncio por meio de live no Facebook ao lado do petista

Por Redação Atualizado em 4 ago 2022, 18h46 - Publicado em 4 ago 2022, 17h13

O deputado federal André Janones (Avante-MG) anunciou nesta quinta-feira, 4, que retirou sua candidatura à Presidência para apoiar a do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na corrida ao Palácio do Planalto. Janones, que no mais recente Datafolha marcou 1% das intenções de voto, fez o anúncio por meio de uma transmissão ao vivo em seu perfil no Facebook, a partir de São Paulo.

O parlamentar afirmou que Lula encampou sua proposta para o Auxílio Brasil, antigo Bolsa Família, seja permanentemente de 600 reais, uma das condições para que saísse da disputa e aderisse ao petista, conforme ele havia adiantado em entrevista a VEJA.

“Lula está aqui do meu lado hoje para comunicar a vocês que está encampando essa luta, junto conosco, com a nossa candidatura, que nesse momento a gente retira e unifica. A candidatura presidencial do deputado André Janones está unificada e passa a ser representada pela candidatura do presidente Lula”, declarou o deputado.

Representantes das chapas presidenciais em foto do encontro nesta tarde -
Representantes das chapas presidenciais em foto do encontro nesta tarde – Reprodução/Instagram

O ex-presidente, em seguida, lembrou a volta do país ao mapa da fome, declarou que é “importante” a proposta de 600 reais para o Auxílio Brasil e citou o Bolsa Família. “Faz dois anos que temos um projeto de lei que garantiria os 600 reais em definitivo”, disse Lula. “Jamais me aliaria àqueles que utilizam a fome dos mais pobres e necessitados como moeda eleitoral em tempos de eleições, como foi feito recentemente pelo atual governo”, completou Janones.

Favorito nas pesquisas, Lula tinha na retirada da candidatura de André Janones um de seus objetivos em busca de uma vitória ainda no primeiro turno – o esforço para diminuir o número de postulantes também mirou, sobretudo, o MDB de Simone Tebet, cuja candidatura foi mantida pelo partido. Segundo o Datafolha, o ex-presidente tem 47% das intenções de voto ante 29% do presidente Jair Bolsonaro (PL).

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)