Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Maquiavel Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por José Benedito da Silva
A política e seus bastidores. Com Laísa Dall'Agnol, Victoria Bechara, Bruno Caniato, Valmar Hupsel Filho, Isabella Alonso Panho e Adriana Ferraz. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

Grupo ligado a Lula diz que apoiará qualquer nome escolhido para o STF

Advogados do Prerrogativas negam atritos com Cristiano Zanin e afirmam que a indicação para o Supremo cabe exclusivamente ao presidente

Por Da Redação
Atualizado em 23 fev 2023, 11h34 - Publicado em 23 fev 2023, 11h28

Em meio a rumores de que vem trabalhando contra a indicação de Cristiano Zanin, defensor do presidente Lula na Lava-Jato, para a vaga que será aberta em maio no STF (Supremo Tribunal Federal), o Grupo Prerrogativas, composto por advogados próximos ao petista, divulgou uma nota afirmando que apoiará qualquer nome que venha a ser escolhido pelo chefe do Executivo.

“O Grupo Prerrogativas defenderá, de forma clara e contundente, qualquer que seja a escolha do presidente Lula para as vagas que abrirão no Supremo Tribunal Federal e nos demais tribunais do país. É ele, e só ele, que, por delegação do povo brasileiro, carrega a responsabilidade e o direito constitucional de fazer as referidas escolhas e indicações. Não nos cabe, e nunca coube, fazer qualquer tipo de aferição sobre o preparo e a condição técnica de qualquer que seja o candidato a qualquer que seja a vaga”, diz o texto, assinado pelo coordenador do grupo, Marco Aurélio de Carvalho. “Chega a ser infantil a sórdida tentativa de criar atritos entre o nosso grupo e o advogado Cristiano Zanin.”

O Prerrogativas tem seus próprios candidatos para a vaga que será aberta em maio, com a aposentadoria do ministro Ricardo Lewandowski. Os principais são os juristas Lenio Streck e Pedro Serrano. Cristiano Zanin, que defendeu Lula nos processos da Lava-Jato, é apontado como uma possível escolha pessoal do presidente, por ter se tornado um nome de confiança do petista.

Há ainda outros nomes de peso na corrida pela vaga, como o presidente do TCU (Tribunal de Contas da União), Bruno Dantas, que tem o apoio do ministro Gilmar Mendes e representaria um agrado ao Parlamento. Dantas transita bem no mundo político, é próximo do senador Renan Calheiros (MDB-AL), um aliado importante de Lula, e, de quebra, deixaria vaga uma cadeira no TCU cuja indicação cabe ao Senado — comandado por Rodrigo Pacheco (PSD-MG), outro apoiador do governo.

Continua após a publicidade

Outro concorrente forte é o jurista baiano Manoel Carlos de Almeida Neto, ex-assessor de Lewandowski no STF e apoiado pelo atual ministro.

Diante do acirramento da disputa, o Prerrogativas afirmou que defende um certo tipo de perfil, e não um nome específico. “Que (as vagas nos tribunais) sejam preenchidas por pessoas íntegras, com sólida formação jurídica e humanista. Que sejam preenchidas por pessoas sensíveis aos reais problemas do nosso país e por pessoas verdadeiramente progressistas. Precisamos combater o nefasto ativismo judicial que nos assola e envergonha, e a triste instrumentalização do nosso sistema de justiça”, sustenta o coordenador do grupo.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.