Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Maquiavel Por José Benedito da Silva A política e seus bastidores. Com João Pedroso de Campos, Reynaldo Turollo Jr., Tulio Kruse, Diogo Magri, Victoria Bechara e Sérgio Quintella. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Elon Musk perde muito dinheiro enquanto visita o Brasil

Ações da Tesla caem mais de 8% no dia em que o bilionário esteve no país e encontrou o presidente Jair Bolsonaro

Por Da Redação Atualizado em 20 Maio 2022, 20h02 - Publicado em 20 Maio 2022, 17h51

O bilionário Elon Musk, um dos donos da empresa de automóveis elétricos Tesla, viu as ações da sua companhia caírem bruscamente nesta sexta-feira, 20, no mesmo dia em que visitou o Brasil para se encontrar com o presidente Jair Bolsonaro (PL) em evento realizado na Fazenda Boa Vista, condomínio de luxo a 100 quilômetros de São Paulo.

A ação da Tesla, que estava cotada em 110 reais na abertura do mercado na B3, a bolsa de valores de São Paulo, chegou a cair para menos de 97 reais por volta das 14h30 (horário de Brasília). É uma depreciação de mais de 10% em poucas horas na cotação da moeda brasileira.

No fim da tarde, as ações tiveram uma leve recuperação, chegando a 99,83 reais às 17h. Mesmo assim, se comparada ao começo do dia, a queda do valor da Tesla foi de 8,4%. No período dos últimos cinco dias, o prejuízo fica ainda mais evidente: as ações caíram 20% desde o dia 16 de maio, quando estavam cotadas em 123 reais.

A queda das ações da Tesla já vem ocorrendo desde abril, principalmente após o anúncio da compra pelo bilionário da rede social Twitter por 44 bilhões de dólares. Há muita preocupação entre os acionistas da empresa de automóveis porque Musk deu como garantia do negócio parte das ações que possui na companhia.

Assédio

Musk foi alvo de denúncias de assédio sexual nesta sexta-feira. Segundo reportagem da Insider, veículo da mídia americana, o bilionário teria assediado sexualmente, em 2018, uma comissária de bordo da SpaceX, empresa de foguetes espaciais da qual Musk também é CEO. A SpaceX teria pago 250.000 dólares à funcionária para que o caso permanecesse em sigilo.

Através de seu Twitter, o bilionário disse que as informações publicadas na Insider não são verdadeiras e que os ataques a ele devem ser vistos “através de uma lente política”.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)