Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Maquiavel

Por José Benedito da Silva Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
A política e seus bastidores. Com Laísa Dall'Agnol, Victoria Bechara, Bruno Caniato, Valmar Hupsel Filho e Isabella Alonso Panho. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

‘Ela consertou’, diz Lira sobre deputada eleita que exaltou terrorismo

Presidente da Câmara disse a VEJA ter conversado com a bolsonarista pernambucana Clarissa Tércio, que compartilhou vídeo de invasão do Congresso

Por João Pedroso de Campos Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 10 jan 2023, 19h40 - Publicado em 10 jan 2023, 18h53

Depois de a deputada federal eleita Clarissa Tércio (PP-PE) ter publicado em sua conta no Instagram um vídeo que mostrava a invasão do Congresso Nacional por terroristas – inclusive marcando o próprio nome sobre as imagens, em tom de endosso –, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), disse a VEJA nesta terça-feira que a bolsonarista não estava exaltando os atos que vandalizaram as sedes dos três Poderes da República.

No domingo 8, Clarissa publicou em seus stories um vídeo em que uma das invasoras do Congresso diz: “Acabamos de tomar o poder, estamos dentro do Congresso, todo o povo está aqui em cima, isso vai ficar para a história” e “A casa é nossa, entramos, agora a gente não sai mais”. Ao compartilhar o conteúdo golpista, a deputada eleita ainda inseriu sobre as imagens o endereço de sua conta no Instagram e a de seu marido, o deputado estadual eleito Júnior Tércio (PP-PE).

Publicação no Instagram da deputada eleita Clarissa Tércio (PP-PE)

Depois da repercussão negativa da publicação e do posicionamento do ex-presidente Jair Bolsonaro de condenar a violência dos atos, no entanto, o casal refez a publicação, com uma legenda segundo a qual eles “se alinham” a Bolsonaro por serem “totalmente contra qualquer ato de violência, vandalismo ou de destruição do patrimônio público que venha a ameaçar a nossa democracia”.

Continua após a publicidade

Nesta terça, Lira disse a VEJA que falou com a deputada sobre o assunto e negou que ela estivesse exaltando os atos terroristas. “Vieram me dizer que ela estava no Congresso, mas a deputada estava em Pernambuco e repercutiu nas redes alguém que estava em cima da Câmara. Quando viu a ‘bagaceira’, ela consertou nas redes, não tem apoio para esse tipo de ato”, afirmou o presidente da Câmara sobre a correligionária, segunda deputada mais votada em Pernambuco.

Em função da publicação da deputada eleita, Clarissa Tércio foi incluída em uma petição apresentada nesta segunda-feira, 9, pelo PSOL ao ministro do STF Alexandre de Moraes, no âmbito do inquérito dos atos antidemocráticos. Membros do partido pedem ao ministro que a bolsonarista pernambucana, seu marido e outros nove nomes, entre parlamentares e parlamentares eleitos, sejam investigados, tenham as redes sociais suspensas e sigilos telefônico e telemático quebrados por terem incentivado os atos golpistas. O ministro ainda não avaliou o pedido do PSOL.

Clarissa e Júnior Tércio negam que tenham exaltado a invasão do Congresso e atos terroristas na capital no último domingo.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.