Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Maquiavel Por José Benedito da Silva A política e seus bastidores. Com João Pedroso de Campos, Reynaldo Turollo Jr., Tulio Kruse, Diogo Magri, Victoria Bechara e Sérgio Quintella. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Criminoso solto por Marco Aurélio, do STF, está há quase 500 dias foragido

André do Rap foi libertado por habeas corpus do ministro do STF em outubro de 2020, teve a soltura revogada por Fux no mesmo dia, mas não foi mais achado

Por Da Redação Atualizado em 21 jun 2022, 12h22 - Publicado em 19 jan 2022, 10h26

O traficante André de Oliveira Macedo, conhecido como André do Rap, está a um mês de completar 500 dias foragido sem que a polícia tenha ideia de onde ele se encontra. Tanto que ele consta da lista de “mais procurados” da Polícia Civil de São Paulo, que pede, a quem tiver, informações por e-mail e telefone para tentar encontrar o bandido.

Lista de procurados pela Polícia Civil de São Paulo -- André do Rap encabeça a lista
Lista de procurados pela Polícia Civil de São Paulo — André do Rap encabeça a lista Polícia Civil/Reprodução

A mesma Polícia Civil paulista, após meses de procura, o havia prendido no final de 2019 em uma casa de luxo em Angra dos Reis, litoral do Rio de Janeiro. Ele chegou a oferecer 10 milhões de reais para ser solto, mas não deu certo.

Pouco mais de um ano depois, ele obteve depois um habeas corpus do ministro Marco Aurélio Mello, no Supremo Tribunal Federal, no dia 10 de outubro – um sábado — sob a alegação de que ele estava preso há tempo demais sem uma condenação definitiva. Acusado de ligação com a máfia italiana Ndrangheta, ele tinha sido condenado a mais de 15 anos de prisão em 2013, mas ainda recorria.

O presidente do STF, Luiz Fux, chegou a revogar a prisão no mesmo dia, mas era tarde. Ele já estava solto. A polícia, no início, chegou a faze megaoperações de busca, sem resultado. E continua sendo procurado, como mostra o “cartaz” no site da Polícia Civil de SP, onde ele está numa lista de “os mais procurados”.

 

André do Rap
Car Polícia Civil de SP/Reprodução

 

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)