Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Maquiavel Por José Benedito da Silva A política e seus bastidores. Com João Pedroso de Campos, Reynaldo Turollo Jr., Tulio Kruse, Diogo Magri, Victoria Bechara e Sérgio Quintella. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Braga Netto caminha firme para ser o telhado de vidro de Bolsonaro

Ex-ministro da Defesa e provável candidato a vice na chapa governista entra na mira da oposição

Por Da Redação Atualizado em 12 abr 2022, 13h17 - Publicado em 12 abr 2022, 13h16

O ex-ministro da Defesa Walter Braga Netto caminha firmemente para ocupar o posto de principal alvo dos ataques da oposição para atingir Jair Bolsonaro, de quem deverá ser o vice na campanha à reeleição. Na segunda-feira, o presidente disse que essa possibilidade é de 90%.

O quase anúncio do vice vem exatamente no momento em que as compras pelo Ministério da Defesa de viagra, picanha, filé mignon, salmão e cerveja vêm ocupando o noticiário e sendo exploradas à exaustão pelos adversários de Bolsonaro.

“Graças às leis de acesso à informação e transparência, ficamos sabendo dos gastos imorais das Forças Armadas com carnes, salmão, viagra e remédio pra calvície. Até isso Bolsonaro destruiu, uma instituição que tinha credibilidade. Essa farra com dinheiro público é criminosa”, disse a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffman, nesta terça-feira, 12.

“Falta dinheiro para o povo, mas sobra para o Ministério da Defesa comprar Viagra e remédio para calvície. Bolsonaro debocha dos brasileiros que sofrem com a ausência de medicamentos nos postos de saúde do país. Isso tudo depois da farra com compra de picanha e leite condensado”, ecoou o deputado José Guimarães (PT-CE), um dos mais influentes do partido.

Portal da bancada do PT na Câmara já vincula escândalo da compra de viagra, filé mignon, salmão e picanha a Braga Netto e Bolsonaro
Portal da bancada do PT na Câmara já vincula suspeitas sobre as compras de viagra, filé mignon, salmão e picanha a Braga Netto e Bolsonaro Reprodução/Reprodução

Ciro Gomes, presidenciável do PDT, também mirou a sua artilharia para a área que era comandada por Braga Netto. “As Forças Armadas merecem todo respeito, mas os setores de compras da área seguem firmes na estranha disposição de desmoralizar a farda. Depois do escândalo da picanha, salmão e bebidas, agora é aquisição de grande quantidade de Viagra”, postou. “Não por acaso, estes absurdos ocorrem no governo de um presidente, notório militar frustrado, que toma sistematicamente medidas que desonram a tropa”, completou.

Um levantamento feito pelo deputado federal Elias Vaz, que é do PSB, partido que irá apoiar Lula na campanha, concluiu que entre fevereiro de 2021 e fevereiro de 2022, na gestão de Braga Netto, o Ministério da Defesa comprou 558 mil quilos de filé mignon, 373 mil quilos de picanha e 254 mil quilos de salmão.

Numa eleição em que entre os temas centrais da campanha estarão a fome e o custo dos alimentos, é um material e tanto para os adversários.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)