Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Jorge Pontes

Jorge Pontes foi delegado da Polícia Federal e é formado pela FBI National Academy. Foi membro eleito do Comitê Executivo da Interpol em Lyon, França, e é co-autor do livro Crime.Gov - Quando Corrupção e Governo se Misturam.
Continua após publicidade

Três lições sobre a troca de bagagem das turistas brasileiras

Há atividades que não podem ser terceirizadas

Por Thomaz Molina Atualizado em 13 abr 2023, 19h39 - Publicado em 13 abr 2023, 17h08

O caso das duas turistas brasileiras, Jeanne Paolini e Kátyna Baía, presas por suspeita de tráfico de cocaína em Frankfurt, na Alemanha, por causa de uma troca criminosa das suas etiquetas de bagagem nos trouxe à reflexão alguns pontos relevantes.

O primeiro foi a capacidade técnica da Polícia Federal em buscar o deslinde dos fatos, promovendo uma rápida e acurada pesquisa nos vídeos da área interna do Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo. O que nos mostra que a polícia judiciária busca, sempre, e antes de mais nada, a verdade real, independentemente se para condenar ou inocentar. A bem da verdade, um trabalho investigativo que livra um inocente da privação de sua liberdade é ainda mais heroico do que o que condena um culpado à prisão.

O segundo é a importância de termos sistemas de vídeo cobrindo todas as áreas de operação do aeroporto, principalmente seu “back-of-house”, locais aos quais seus usuários – passageiros – não têm acesso. Se não fosse pelo investimento nessa tecnologia, as nossas compatriotas ainda estariam detidas injustamente em Frankfurt. Até porque todas as mulas detidas em aeroportos internacionais, no mundo inteiro, contam invariavelmente a mesma história, de que não sabem como aquela droga foi parar em suas bagagens, ou que a bagagem não era delas, enfim, trazem narrativas até certo ponto semelhantes às das nossas inocentes brasileiras.

O terceiro ponto diz respeito ao pavor que milhares de usuários dos nossos aeroportos – da classe média e média alta – sentiram ao tomar conhecimento do ocorrido com as duas brasileiras, pois observaram a enorme vulnerabilidade da operação de bagagem oferecida pelas empresas aéreas e por nossos aeroportos. Enfim, todos que vêm viajando com certa frequência nos últimos anos perceberam que poderiam ter sido vítimas da mesma trama que atingiu Jeanne e Kátyna, isto é, nos colocamos no lugar delas. A situação nos obriga, sobretudo, a entender a importância de termos carreiras bem pagas, funções bem remuneradas, e que a “terceirização de tudo”, como vem sendo atualmente apregoado por algumas correntes do liberalismo econômico, tem limites que devem ser observados. A obsessão pelos cortes de despesas e o frenesi pelo barateamento da mão de obra não podem e não devem atingir todos os setores e todos os serviços.

Está aí para reforçar nosso argumento a Receita Federal do Brasil, cujos servidores, de carreira e bem remunerados, interceptaram e apreenderam joias que estavam entrando irregularmente no país, contrariando o desejo de um ministro de estado e do presidente da República.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.