Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Felipe Moura Brasil Por Blog Análises irreverentes dos fatos essenciais de política e cultura no Brasil e no resto do mundo, com base na regra de Lima Barreto: "Troça e simplesmente troça, para que tudo caia pelo ridículo".

Vídeo com legendas comprova: CNN cobre protestos anti-PT melhor que imprensa brasileira. Até quando Jornal Nacional vai ignorar o movimento?

Por Felipe Moura Brasil Atualizado em 31 jul 2020, 02h38 - Publicado em 17 nov 2014, 17h47
Dia 15 recado à mídia estrangeira sobre Foro

No Rio de Janeiro, manifestantes pedem ajuda à mídia estrangeira. Só falta agora a CNN falar do Foro de São Paulo também

Quando falei aqui e aqui da diferença de cobertura da imprensa em relação a protestos petistas e protestos anti-PT, critiquei O Globo, a Folha, o Estadão e o UOL pelas manchetes e matérias que distorciam a pauta do movimento, além do Jornal Nacional por ignorá-lo por completo. É uma vergonha para o jornalismo brasileiro que a CNN faça uma cobertura melhor – mais informativa e com o devido senso das proporções – que a nossa imprensa, mas lamentavelmente foi isto que aconteceu. A repórter Shasta Darlington saiu às ruas de São Paulo, entrevistou os manifestantes (inclusive o deputado federal eleito Eduardo Bolsonaro), mostrou os motivos dos protestos e apontou o pedido isolado de “intervenção militar” como algo que apenas “alguns até” pediam, sendo que, neste momento, a câmera mostra, com um cartaz intervencionista em mãos, um sujeito solitário que mais parece plantado ali pela militância petista.

Eu sou crítico da CNN em relação à cobertura para lá de esquerdista da política americana e dos conflitos Israel-Hamas, como bem sabem os leitores deste blog. Mas Darlington, assim como outros repórteres de assuntos latino-americanos, elevam a média da emissora – o que raramente ocorre com a imprensa brasileira na cobertura internacional. Assista ao vídeo abaixo, legendado pelos Tradutores da Direita, e entenda por que os manifestantes fazem muito bem em pedir SOS aos jornalistas estrangeiros.

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=qjapvKuQmbQ?wmode=transparent&fs=1&hl=en&modestbranding=1&iv_load_policy=3&showsearch=0&rel=1&theme=dark&w=620&h=349%5D

PS: Sim, a repórter na rua fala em mais de 3 mil pessoas apenas, mas é o número de que dispunha em tempo real. Depois, em número ainda modesto, a PM estimou cerca de 10 mil manifestantes presentes.

Felipe Moura Brasil ⎯ http://www.veja.com/felipemourabrasil

Siga no Facebook, no Twitter e na Fan Page.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês