Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês
Felipe Moura Brasil Por Blog Análises irreverentes dos fatos essenciais de política e cultura no Brasil e no resto do mundo, com base na regra de Lima Barreto: "Troça e simplesmente troça, para que tudo caia pelo ridículo".

Sergio Moro condena 8 por Abreu e Lima. Lula errou por um

Sergio Moro botou para quebrar nesta quarta-feira. No “balanço” do juiz federal, oito pessoas foram condenadas por crimes de lavagem de dinheiro e organização criminosa no caso de desvios de recursos públicos da Petrobras em obras da Refinaria Abreu e Lima (Rnest), em Pernambuco. Seis delas ainda terão de pagar à estatal uma indenização de […]

Por Felipe Moura Brasil Atualizado em 31 jul 2020, 01h34 - Publicado em 22 abr 2015, 18h03
Lula_Petrobras_Wilton_Junior_Estadao_670

Lula, quase um profeta: terá contado com ele próprio?

Sergio Moro botou para quebrar nesta quarta-feira.

No “balanço” do juiz federal, oito pessoas foram condenadas por crimes de lavagem de dinheiro e organização criminosa no caso de desvios de recursos públicos da Petrobras em obras da Refinaria Abreu e Lima (Rnest), em Pernambuco.

Seis delas ainda terão de pagar à estatal uma indenização de R$ 18 milhões por repassar esse valor entre 2009 e 2012 a partir de atividades ilícitas.

A obra foi feita pelo Consórcio CNCC, integrado pela Camargo Corrêa, e os recursos passaram pelas empresas Sanko, MO Consultoria, Empreiteira Rigidez, RCI Software, Labone Química, Indústria Labogen e Piroquímica, com direito a remessas ao exterior para pagamento de propinas a agentes públicos.

Eis as condenações, em resumo.

Paulo Roberto Costa, ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, cujo pedido de perdão judicial foi negado por Moro:
– 7 anos e meio de prisão, descontado o tempo já cumprido.
– Terá o benefício de regime aberto a partir de outubro de 2016.
– Até lá, deverá “cumprir ainda um ano de prisão domiciliar, com tornozeleira eletrônica, a partir de 1.º de outubro de 2014 e mais um ano contado de 1º de outubro de 2015, desta feita de prisão com recolhimento domiciliar nos finais de semana e durante a noite”, segundo Moro.

Alberto Youssef, doleiro:
– 9 anos e 2 meses de prisão.
– Um terço da pena terá de ser cumprido em regime fechado.
– Youssef é reincidente, motivo pelo qual sua pena é maior.
– Em junho de 2004, ele foi condenado no caso Banestado, por evasão de divisas.

Os outros seis réus condenados por Moro são:

Continua após a publicidade

Márcio Bonilho, da Sanko Sider:
– 11 anos e 6 meses

Waldomiro de Oliveira, representante da MO, empresa de fachada de Youssef:
– 7 anos e 6 meses

Leonardo Meirelles, um dos donos do Laboratório Labogen:
– 5 anos e 6 meses
– Com base em seus depoimentos, a Justiça pode chegar à prisão definitiva do ex-deputado petista André Vargas.

Leandro Meirelles, irmão de Leonardo e seu sócio na Labogen:
– 6 anos e 8 meses

Pedro Argese Júnior, funcionário de Leonardo Meirelles, da Labogen:
– 4 anos e 5 meses

Esdra de Arantes Ferreira, também funcionário do Leonardo Meirelles, da Labogen:
– 4 anos, 5 meses e 10 dias

Parabéns ao juiz Sergio Moro e aos procuradores da operação que lava a jato a alma do Brasil.

Quem sabe, Lula acerta na próxima.

Felipe Moura Brasil ⎯ http://www.veja.com/felipemourabrasil

Siga no Twitter, no Facebook e na Fan Page.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)