Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Felipe Moura Brasil Por Blog Análises irreverentes dos fatos essenciais de política e cultura no Brasil e no resto do mundo, com base na regra de Lima Barreto: "Troça e simplesmente troça, para que tudo caia pelo ridículo".

Quantos menores bandidos serão soltos hoje? Quantos “meninos” de Siro Darlan terão suas penas extintas?

Está previsto para esta segunda-feira (27) um novo mutirão judicial para reavaliar “menores infratores” que superlotam o Educandário Santo Expedito, em Bangu (RJ). VEJA mostrou no dia 17 que as reavaliações feitas nos dias 6 e 13 de abril beneficiaram 54 “menores infratores” em 56 possíveis. Dos 18 cujas penas foram simplesmente extintas, havia pelo menos três assassinos que, assim, saíram […]

Por Felipe Moura Brasil Atualizado em 31 jul 2020, 01h32 - Publicado em 27 abr 2015, 11h01
Siro Darlan 2

Siro Darlan manda os bandidos para você

Está previsto para esta segunda-feira (27) um novo mutirão judicial para reavaliar “menores infratores” que superlotam o Educandário Santo Expedito, em Bangu (RJ).

VEJA mostrou no dia 17 que as reavaliações feitas nos dias 6 e 13 de abril beneficiaram 54 “menores infratores” em 56 possíveis.

Dos 18 cujas penas foram simplesmente extintas, havia pelo menos três assassinos que, assim, saíram pela porta da frente da unidade:

– R.J.A., de 17 anos, que matou o policial civil Luiz Cláudio Fonseca Perrota, de 50, em junho de 2013;

– José Manoel da Silva Filho, o China, precoce líder do tráfico em uma favela de Niterói, apreendido pelo assassinato de um cliente que comprou e não pagou;

– Lucas Gonçalves Norte, que, em 2014, aos 17 anos, e já com longa folha corrida de assaltos na Baixada Fluminense, esfaqueou até a morte a namorada grávida, Derliane Corrêa da Silva, de 13.

As medidas também beneficiaram um estuprador incestuoso:

– T. O. S., que em novembro de 2012 estuprou a bisavó (!!!) em São Gonçalo (RJ);

Continua após a publicidade

A impunidade promovida pelo desembargador Siro Darlan, para quem “há um descaso, um abandono dos meninos”, revoltou o Ministério Público:

“Inúmeras irregularidades estão sendo cometidas com o único escopo de esvaziar essas unidades superlotadas. Estamos presenciando um verdadeiro Tribunal de Exceção contra a sociedade”, afirmaram, em nota, promotores do Centro de Apoio Operacional da Infância.

Para se ter uma ideia da gravidade do mutirão, internos do estado inteiro estão pedindo transferência para o Rio, porque sabem que, se conseguirem, em julho poderão estar de volta às ruas.

A imprensa tem de ficar atenta ao descalabro.

Quantos menores bandidos serão soltos hoje? Quantos “meninos” de Siro Darlan terão suas penas extintas para voltar a barbarizar os cidadãos de bem deste país, como Felipe Schuchmann, de 14 anos, esfaqueado por menores no sábado, na Lagoa?

Maria do Rosário e Marcelo Freixo já estão prontos para buscar os assassinos na unidade?

siro-darlan

Siro Darlan aguarda os estupradores para uma aula de hidroginástica

Felipe Moura Brasil ⎯ http://www.veja.com/felipemourabrasil

Siga no Twitter, no Facebook e na Fan Page.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)