Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Felipe Moura Brasil Por Blog Análises irreverentes dos fatos essenciais de política e cultura no Brasil e no resto do mundo, com base na regra de Lima Barreto: "Troça e simplesmente troça, para que tudo caia pelo ridículo".

Petrolão: Dilma e petistas seguem com ‘estratégia do diabo’

Por Felipe Moura Brasil Atualizado em 31 jul 2020, 02h38 - Publicado em 17 nov 2014, 16h45
PF

PF prende o ‘clube do bilhão’

O comportamento dos petistas em relação ao escândalo do Petrolão segue igual ao que sintetizei durante o debate presidencial do SBT em que Aécio Neves (PSDB) nocauteou Dilma Rousseff (PT):

Captura de Tela 2014-11-17 às 15.25.34Se o PT rouba e é descoberto, o PT se vangloria de ter investigado (o que é papel da Polícia). Se seus adversários não são punidos de forma alguma, o PT os acusa de não terem permitido a investigação. Ou seja: o PT tem mérito mesmo quando comete crimes e seus adversários são culpados mesmo quando não o cometem.

É a estratégia do diabo. Mas a culpa é do PT, ele coloca em quem quiser.

Como apontou Aécio na ocasião, quem manobra no Congresso para impedir a investigação da roubalheira são na verdade os petistas, o que ficaria ainda mais claro após a eleição, como mostrou a VEJA.com na terça (11) e na quarta (12). Isto sem contar as tentativas canalhas de destruir o juiz Sergio Moro, como mostrou a edição impressa da revista.

Agora que a Polícia Federal começou a prender os dirigentes da Petrobras e das empreiteiras que compunham o chamado “clube do bilhão”, as declarações da presidente Dilma, do líder do PT na Câmara, o deputado Vicentinho (PT-SP), e do ministro da suposta Justiça, José Eduardo Cardozo, exemplificam à perfeição a estratégia do partido.

dilma-politica-20141105-35-size-598Lá da Austrália, Dilma tentou tirar mais uma casquinha do trabalho da PF, afirmando que as investigações do escândalo podem “mudar o Brasil para sempre” e que esta “é a primeira investigação efetiva sobre corrupção no Brasil que envolve segmentos privados e públicos”. Nunca antes na história “dêsti paíf”… uma presidente que sabia de tudo, segundo o doleiro Alberto Yousseff, se vangloria da punição aos corruptos que ela própria manteve em posições de comando.

Continua após a publicidade

Nunca antes na história da Petrobras, aliás, um chefe de setor havia ascendido sem escalas à cúpula, como aconteceu com Renato Duque em 2003, no primeiro governo Lula. Mas o ex-diretor, que reinou absoluto na diretoria de Serviços até 2012 cobrando 3% de propina para o PT e foi preso na Operação Lava-Jato depois que a PF descobriu que ele tinha contas secretas no exterior, era o escolhido do mensaleiro petista José Dirceu, com quem tinha um relacionamento antigo – e quem é Dilma para contrariar Dirceu, não é mesmo? No debate da Globo, vale lembrar que ela simplesmente se recusou a repudiar o mensalão.

Quanto aos outros, tuitei neste sábado 15:

Captura de Tela 2014-11-17 às 12.36.56

O mesmo Cardozo que acusa adversários indeterminados de fazer o jogo político que ele próprio faz ao dizer que “A oposição não pode usar as prisões para criar um terceiro turno eleitoral” repete o discurso eleitoral de Dilma de que a sujeira não será varrida para baixo do tapete, supostamente como acontecia no passado tucano – e ainda diz a jornalistas que a presidente deu sinal verde para levar adiante as investigações, como se fosse ela de fato que mandasse na Polícia.

Não é só na eleição que os petistas fazem o diabo. A estratégia do capeta continua a todo vapor.

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=mlERG9RKk98?wmode=transparent&fs=1&hl=en&modestbranding=1&iv_load_policy=3&showsearch=0&rel=1&theme=dark&w=620&h=349%5D

Felipe Moura Brasil ⎯ http://www.veja.com/felipemourabrasil

Siga no Twitterno Facebook e na Fan Page.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês