Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Felipe Moura Brasil

Por Blog Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Análises irreverentes dos fatos essenciais de política e cultura no Brasil e no resto do mundo, com base na regra de Lima Barreto: "Troça e simplesmente troça, para que tudo caia pelo ridículo".
Continua após publicidade

Fala, Delcídio! Entrega, Bumlai! Acolhe, Cunha! ‘Questão humanitária’ é o impeachment!

Senador se descontrolou ao saber que Lula o chamou de imbecil

Por Felipe Moura Brasil Atualizado em 31 jul 2020, 00h00 - Publicado em 27 nov 2015, 15h52

Trio

Delcídio do Amaral (PT-MS) se “descontrolou completamente” durante seu depoimento à Polícia Federal em Brasília, ao ser informado de que Lula havia dito que o senador fez uma “coisa de imbecil”.

O advogado do senador, Maurício Leite, teve até que interferir, o que resultou na suspensão do depoimento, de acordo com um relato passado à Globo News.

Que dó!

Deve ser duro ser considerado um amador pelo “chefe”, com quem Delcídio se reunia toda semana.

Se eles falavam nas reuniões sobre Nestor Cerveró – o primeiro a denunciar que a campanha de Lula recebeu propina do Grupo Schahin –, deve doer mais ainda.

O senador não chegou a ser questionado sobre o trecho da gravação telefônica em que sugere ao filho de Cerveró uma fuga do ex-diretor da Petrobras para a Espanha via Paraguai.

Continua após a publicidade

Antes da interrupção, no entanto, Delcídio confirmou que a voz da gravação é dele, mas negou que tenha tentado dissuadir Cerveró de fazer a delação premiada:

“Foram com intuito de dar uma palavra de esperança e de conforto para o familiar de um réu que está preso, mas jamais falei com qualquer ministro do STF sobre o assunto.”

Traduzindo: a voz na gravação é minha, mas eu não sei de nada sobre o que ela disse.

Delcídio, talvez na esperança de que o governo mexa os pauzinhos para soltá-lo, ainda deu uma amostra do seu potencial de estrago, quando:

1) empurrou Cerveró para Dilma, alegando que apenas assentiu quando a petista o consultou sobre a indicação do ex-diretor; e…

2) questionado por que, segundo ele, Michel Temer estaria preocupado com o também ex-diretor preso Jorge Zelada, respondeu que preferia “não responder a tal indagação”.

Continua após a publicidade

De resto, Delcídio, que havia sugerido até um avião Falcon 50 para a fuga de Cerveró, chegou ao cúmulo de alegar que queria a soltura por “questões humantárias, para confortar o familiar do réu preso da Lava Jato”.

Questão humanitária é o impeachment, Delcídio! 

Segundo a Folha, aliás, Renan Calheiros (PMDB-AL), “até aqui arrimo legislativo do Palácio do Planalto, começa a dar sinais de distanciamento” em relação ao governo. “A percepção geral é de que o melhor já passou e o pior ainda está por vir”.

Continua após a publicidade

O jornal acrescenta que “no radar do mundo político, a crise voltaria a dar o ar da graça a partir de fevereiro, mas a operação de quarta-feira antecipou esse calendário”.

O Correio Braziliense chegou a noticiar que Eduardo Cunha, na semana que vem, aproveitando também a prisão de Delcídio, vai deferir o pedido de impeachment contra Dilma.

Não há nada melhor que o PMDB e Cunha possam fazer do que surfar nessa onda.

Continua após a publicidade

Não há nada melhor que Delcídio e José Carlos Bumlai possam fazer do que uma delação premiada.

É hora de deixar Dilma, Lula e PT ainda mais descontrolados também.

Felipe Moura Brasil ⎯ https://veja.abril.com.br/blog/felipe-moura-brasil

Continua após a publicidade

Siga no Twitter, no Facebook e na Fan Page.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.