Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Felipe Moura Brasil

Por Blog Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Análises irreverentes dos fatos essenciais de política e cultura no Brasil e no resto do mundo, com base na regra de Lima Barreto: "Troça e simplesmente troça, para que tudo caia pelo ridículo".
Continua após publicidade

Dilma redobra vitimismo, terrorismo eleitoral, tortura da verdade e acusações patéticas

Blog comenta discurso da petista, que mencionou até João "Gularte"

Por Felipe Moura Brasil Atualizado em 30 jul 2020, 21h59 - Publicado em 29 ago 2016, 12h14

dilma

Cobertura em tuitadas do discurso de Dilma Rousseff no Senado na manhã desta segunda-feira, 29 de agosto (dia do Cineclube Contexto):

– Instituto Lula multado em R$ 8 a 12 milhões por desvio de finalidade e Dilma ré de impeachment no Senado. Petismo sendo posto em seu lugar.

– Dilma começa a falar em 54 milhões de votos e compromisso de cumprir Constituição, que diz ter respeitado. Mentira. Tudo que ela não honrou.

– Lembrando: Dilma foi eleita com dinheiro roubado da Petrobras, como ficou claro em delação de seu próprio marqueteiro João Santana, preso pela Lava Jato.

Continua após a publicidade

– Dilma repete trecho sobre se aproximar do povo durante processo e finge acolher críticas com “humildade”. Mentira. Humildes fazem mea culpa.

– Dilma: “Continuei lutando pela democracia.” Mentira. Lutou por uma ditadura socialista nas décadas de 1960/70 e solapou a democracia depois.

– Relembro a explicação do método de Dilma – um dos truques retóricos petistas:

marketing PT tuite

Continua após a publicidade

– Dilma: “É por ter minha consciência absolutamente tranquila do que fiz como presidente da República…” (que mereço ser afastada do cargo).

– Dilma: “O presidente João ‘Gularte’”… É muito conhecimento histórico.

– Dilma diz que provas produzidas são pretexto e acusa frágil base jurídica sem qualquer argumento técnico que as refute. Só mimimi político.

– Dilma cita suspeição de Júlio Marcelo (baseada em distorção de 1 post) porque ela e suas testemunhas suspeitas são incapazes de refutá-lo.

Continua após a publicidade

– Dilma falou que vai ter até aumento da “mortalidade infantil” se ela for afastada. O terrorismo eleitoral está de volta.

– Dilma inverte ordem e acusa então oposição de fazer tudo para desestabilizá-la. O fato: Dilma desestabilizou país e povo arrastou oposição.

– Dilma acusa oposição de não ter esperado ela resolver crise econômica. Viu, gente? Ela só precisava de mais tempo para extinguir a economia.

– “Nunca aceitei em minha vida ameaças e chantagens.” Assim disse Dilma, que loteou os ministérios em busca de votos para salvá-la.

Continua após a publicidade

– Dilma pergunta quais foram os crimes que cometeu. A resposta não cabe neste tuíte.

– Dilma: “Resultados fiscais negativos são consequência da desaceleração econômica e não sua causa.” Ambos foram causados por Dilma.

– Dilma criou mentira sobre contas públicas para vencer reeleição e depois culpou realidade por não acompanhá-la. A culpa é da Dilma, ela coloca em quem quiser.

– Ih, chegou a acusação de “misoginia” agora… Não há limites para o ridículo de Dilma Rousseff.

Continua após a publicidade

– Dilma, com o perdão do pleonasmo, é uma petista de dois “róstos”.

– Afetando choro, Dilma completa 46 anos de exploração política da tortura como se condição de vítima fosse salvo-conduto p/ transgredir leis.

– Dilma repudia afastamento por suposto “conjunto da obra” porque, na verdade, prefere Troféu Framboesa de Ouro por seu desempenho como atriz.

– Dilma decorou discurso-padrão (naturalmente mentiroso) de que não há crime e todos fizeram igual. Vai repetir ‘ad nauseam’ o dia todo.

Felipe Moura Brasil ⎯ https://veja.abril.com.br/blog/felipe-moura-brasil

Siga no Twitter, no Facebook e no Youtube.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.