Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Felipe Moura Brasil Por Blog Análises irreverentes dos fatos essenciais de política e cultura no Brasil e no resto do mundo, com base na regra de Lima Barreto: "Troça e simplesmente troça, para que tudo caia pelo ridículo".

Dilma pedala sobre o cadáver da economia

Dilma Rousseff só é aprovada por 10% dos brasileiros, segundo o Datafolha, enquanto 13% são a favor da maioridade penal aos 18 anos. Isto significa que Dilma é menos popular que os assassinos entre 16 e 18 anos – e ela ainda pedala sobre o cadáver da economia brasileira. Em 2015, a petista continuou com suas […]

Por Felipe Moura Brasil Atualizado em 31 jul 2020, 01h06 - Publicado em 22 jun 2015, 19h45

Dilma-em-queda-1Dilma Rousseff só é aprovada por 10% dos brasileiros, segundo o Datafolha, enquanto 13% são a favor da maioridade penal aos 18 anos.

Isto significa que Dilma é menos popular que os assassinos entre 16 e 18 anos – e ela ainda pedala sobre o cadáver da economia brasileira.

Em 2015, a petista continuou com suas pedaladas fiscais, como revelou a Folha de S. Paulo.

Só no primeiro trimestre deste ano, a dívida do governo com a Caixa (pagadora de programas sociais, como Minha Casa, Minha Vida e Bolsa Família) e o Banco do Brasil (financiador do crédito agrícola) cresceu mais de 2 bilhões de reais com o represamento de recursos.

O objetivo do represamento, proibido pela Lei de Responsabilidade Fiscal, é deixar o governo com mais dinheiro em caixa e, assim, melhorar artificialmente seus indicadores de despesas.

Na última semana, o Tribunal de Contas da União condenou essa e outras práticas ao avaliar as contas do governo de 2014, e deu um prazo de 30 dias para Dilma se explicar.

Continua após a publicidade

Como se vê: quanto mais tempo se dá para petista se explicar, mais crimes cometidos por petistas acabam sendo descobertos.

O deputado Raul Jungmann, do PPS, decidiu recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra a decisão do TCU de dar os 30 dias para Dilma.

Motivo: o prazo para a análise das contas pelo TCU, estabelecido pela Constituição, já havia extrapolado o limite constitucional em dez dias antes desse mês concedido à petista.

Se o STF não estivesse tão aparelhado pelo PT, haveria mais chances de Raul Jungmann vencer, mas os ministros do puxadinho petista provavelmente pedalarão sobre o cadáver da Constituição juntinhos a Dilma Rousseff, enquanto ela não tomar no TCU.

Felipe Moura Brasil ⎯ http://veja.abril.com.br/blog/felipe-moura-brasil

Siga no Twitter, no Facebook e na Fan Page.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês